Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
29ºmax
21ºmin
Notícias

Argentina: Governo seguirá restringindo exportações

17 fevereiro 2010 - 00h00Por Infocampo.

O secretário de Comércio Interior da Argentina, Guillermo Moreno, advertiu que seguirá restringindo permissões de embarque aos frigoríficos até que os preços varejistas dos principais cortes de carne bovina se estabilizem.

Atualmente, segundo indicaram várias fontes do setor, a emissão de permissões de exportação de produtos de carne bovina da Argentina continuam sendo entregues muito lentamente desde praticamente um mês. Essa decisão começou a afetar o nível de atividade de empresas frigoríficas que concentra boa parte de seu faturamento nas exportações, ainda que não tenha atingido o objetivo oficial de frear os aumentos dos preços varejistas. De fato, a quantidade de gado presente no mercado é tão baixa que já não é possível conter os aumentos com medidas orientadas a reduzir as exportações.

Moreno disse que em maio poderá chegar a se registrar alguma re-acomodação de preços a partir de uma maior oferta de gado leve por uma questão estacional. No entanto, ele considerou que os aumentos já não têm volta e que uma baixa sustentada no tempo será praticamente impossível (no caso da restrição das permissões de exportações seria uma questão de longo prazo).

Nesse contexto, o Governo argentino, segundo disse Moreno, seguirá concentrando suas energias tentando incentivar o consumo interno de carne suína e de aves a partir da elaboração de acordos de preços com integrantes de ambas as cadeias.