Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
37ºmax
24ºmin
Notícias

Alta Embryo disponibilizará embriões da Fazenda Sete Estrelas

29 abril 2012 - 01h51Por Agrolink

 A Alta Genetics do Brasil - uma das maiores empresas de melhoramento genético bovino no mundo – acaba de anunciar uma nova parceira com a Fazenda Sete Estrelas – vencedora por três anos consecutivos do prêmio Nelore de Ouro. A Fazenda irá disponibilizar doadoras de alto potencial genético para o Programa Alta Embryo, que comercializará as prenhezes destes animais. 


As matrizes selecionadas das linhagens (Riyaza, Musa, Cancha, Royal, Asteca e Jóia) são descendentes de grandes campeãs nacionais - que se destacam pela qualidade racial, precocidade, fertilidade, habilidade maternal e docilidade. “As matrizes 7 Estrelas são conhecidas pela genealogia, beleza racial e qualidade fenotípica, além de serem destaques na avaliação do Programa Geneplus / Embrapa, o que garante um certificado de qualidade em precocidade, ganho de peso, entre outros”, ressalta Marcos Labury, técnico de corte da Alta Genetics. Os embriões destas doadoras serão acasalados com os melhores touros provados da raça Nelore em coleta na Central da Alta Genetics através do sistema Fertilização In Vitro (FIV) – o que permite ao pecuarista uma rápida evolução genética no rebanho.

“A Alta Genetics possui parcerias com os mais renomados criatórios do país, visando o crescimento da pecuária nacional pela genética comprovada. A Sete Estrelas Embriões é referência no mercado e para a Alta é uma honra ter as matrizes deste plantel como doadoras de embriões.”, destaca Heverardo Rezende de Carvalho, diretor geral da Alta Genetics do Brasil.

Os pecuaristas têm a opção de escolher as matrizes doadoras e os reprodutores geneticamente comprovados da bateria da Alta Genetics para atender as necessidades do rebanho. O processo de prenhez é feito pelo sistema Fertilização In Vitro (FIV), que consiste nos oócitos coletados em matrizes doadoras e fecundados em laboratório com o sêmen do reprodutor. Após a formação dos embriões, o técnico responsável o implanta no útero de fêmeas receptoras (ou barrigas de aluguel, que normalmente são novilhas e/ou vacas da própria fazenda compradora), as quais irão gestar e também criar os animais até o desmame. O criador dispõe de toda orientação para escolher o grupo de matrizes doadoras e reprodutores, tendo também a opção de escolher o sexo do animal pelo sêmen sexado.

A Alta é uma das maiores empresas de melhoramento genético bovino do mundo, com sede na cidade de Calgary, em Alberta (Canadá). Presente em mais de 100 países, a Alta possui centrais de coleta no Canadá, Estados Unidos, Holanda, China, Argentina e Brasil e é considerada líder na comercialização de soluções genéticas lucrativas. No Brasil, sua Central tem capacidade para abrigar 237 touros. Conta com 72 escritórios regionais no Brasil, totalizando aproximadamente 700 profissionais em todo país.