Menu
Busca sábado, 28 de novembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
23ºmin
Notícias

Acrissul volta a cobrar instalação de Agenfa no Parque

28 setembro 2010 - 15h07Por Via Livre

A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) voltou hoje a cobrar com veemência por parte da Secretaria de Fazenda (Sefaz) a urgente instalação de agência fazendária (Agenfa) no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, para receber taxas de documentos emitidos pelo escritório da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro). A ausência da Agenfa causa transtornos e revolta ds produtores rurais.

Para fazer o pagamento de guias, eles precisam enfrentar mais filas e falta de vagas de estacionamento no prédio da Agência Fazendária (Agenfa), na Avenida Fernando Correa da Costa, no centro da cidade. O espaço reservado para a Agenfa no parque está vazio e, segundo a Associação dos Criadores de MS (Acrissul), não há planos de instalação por parte da secretaria.

Para o presidente da Acrissul, Francisco Maia, a confusão é culpa do descaso da Secretaria de Fazenda com produtores rurais. “Há muito tempo estamos pedindo ao governo que traga a Agenfa para o parque. Já cedemos um espaço ao lado da Iagro, está pronto, mas eles dizem que o secretário (Mário Sergio Lorenzetto) não autoriza e isso prejudica muito o produtor que tem de pagar seus tributos”, diz Maia. Para o ruralista, é um completo descaso com a classe, que só de Fundersul recolhe R$ 200 milhões anualmente.

A Iagro reativou seu escritório no Parque de Exposições na última segunda-feira (13). O prédio havia sido inaugurado em março. A Acrissul investiu R$ 250 mil na reforma.

Os telefones de atendimento da Secretaria de Fazenda para reclamações são (67) 3318-3551/ 3552, de segunda a sexta, das 07h30 às 13h30.