Menu
Busca sábado, 15 de junho de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
30º
Feira agropecuária

Acrissul lança 83ª Expogrande com previsão de atrair 100 mil pessoas e movimentar R$ 150 milhões

O presidente Guilherme Bumlai fez o lançamento oficial do evento na noite desta quinta-feira (08/12) no Parque de Exposições Laucídio Coelho

09 dezembro 2022 - 10h04Por Acrissul | Assessoria de Comunicação

Com a presença de diversas autoridades, o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Guilherme de Barros Costa Marques Bumlai, lançou, na noite desta quinta-feira (08/12), no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande (MS), a 83ª edição da Expogrande, a maior feira agropecuária do Estado, que tem previsão de atrair mais de 100 mil pessoas e movimentar R$ 150 milhões nos onze dias do evento, que será realizado de 13 a 23 de abril de 2023. “Depois de um momento de pandemia, pretendemos fazer uma grande exposição agropecuária para atender as expectativas da população da Capital e do interior”, ressaltou.

Segundo Guilherme Bumlai, a nova diretoria da Acrissul está trabalhando para trazer o comércio de volta ao Parque de Exposições e também o público que ficou meio órfão com a ausência do maior evento do agronegócio de Mato Grosso do Sul. “Os shows musicais estarão de volta e serão realizados até a meia noite. Além disso, teremos os tradicionais leilões de gado, de equinos e de ovinos, bem como circuito de palestras, expositores internacionais, fomento de negócios entre os países da América do Sul, eventos e reuniões sobre a Rota Bioceânica”, informou.

Com relação ao retorno dos shows musicais dentro do Parque Laucídio Coelho, o presidente da Acrissul revelou que terá um grande diferencial em 2023. “Teremos entrada e valores diferenciados, pois, quem adquirir ingressos para os shows musicais, poderá circular em todo o parque e quem desejar apenas visitar a feira pagará um valor menor”, anunciou, completando que também estão confirmados os julgamentos de animais, provas equestres, exposição de máquinas e tratores, volta do “Leilão dos Arrependidos”, do “Baile do Fazendeiro”, do parque de diversões, dos cursos, retorno da “Fazendinha” para visitas das escolas e da tradicional da “Barraca de Veterinária” em parceria com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

"Viva essa emoção outra vez"

Já o diretor-institucional da Acrissul, Kenneth Corrêa, explicou para os convidados o slogan da Expogrande 2023, que é “Viva essa emoção outra vez”. “Na verdade, é um convite de significados múltiplos, pois cada um tem uma lembrança, uma expectativa sobre a Expogrande e, nosso papel, é levar esse sentimento novamente. Correspondê-lo à altura da maior feira agropecuária do Estado. Mais do que nunca, as pessoas querem voltar a se reunir, celebrar, viver e reviver grandes momentos. Por isso, escolhemos a palavra Emoção, que vai comunicar com todos os públicos previstos”, detalhou.

Governo do Estado

Representando o governador Reinaldo Azambuja, o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Elias Verruck, destacou que a Expogrande tem um apelo cultura e histórico e os sul-mato-grossenses se ressentem da ausência da maior feira agropecuária do Estado. “A retomada da Expogrande é fundamental para que possamos mostrar a qualidade da nossa pecuária e da nossa carne, além de ser um grande atrativo para a nossa população. É muito importante retornar com a feira depois de tanto tempo com problemas com o Ministério Público e também estruturais”, declarou.

Ele completou que a Expogrande é um evento fundamental para Mato Grosso do Sul, onde a pecuária é de suma importância para a economia e onde a atividade tem se desenvolvido na direção da sustentabilidade. “É o momento de mostrarmos ao mundo que a pecuária sul-mato-grossense é produtiva e sustentável. Além disso, teremos a volta dos leilões de gado durante a feira e acredito que os produtores rurais estão muito ansiosos para voltar a demonstrar seus produtos na Expogrande”, pontuou, informando que o Governo do Estado vai ajudar na divulgação do evento para atrair participantes de todo o Brasil e também de outros países.

Ainda durante o lançamento oficial da feira agropecuária, Jaime Verruck anunciou que a Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) concluiu o software de análise do CAR (Cadastro Ambiental Rural) inserido pelos produtores rurais. “Sem esse software, não conseguiríamos fazer a análise em menos de 10 anos e, com esse sistema de IA (Inteligência Artificial), faremos de forma automatizada toda a apreciação das informações. Esses dados serão enviados aos produtores para que aprovem, estando automaticamente regularizados”, disse, lembrando que são mais de 88 mil propriedades rurais que precisam ter os cadastros ambientais analisados.

Convidados

Para a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, a retomada da Expogrande fortalece o programa prioritário da sua gestão, que é o desenvolvimento econômico do município. “A volta dessa tradicional feira agropecuária traz a possibilidade de maior geração de emprego e renda, aquecendo a economia de Campo Grande, que a cada ano está mais pujante. Para todo o município, a Expogrande é um ganho imensurável e que estava fazendo falta, principalmente para a nossa população tão ligada ao agronegócio”, assegurou.

O deputado federal Beto Pereira fez questão de destacar o trabalho realizado pelo presidente da Acrissul no curto período à frente do cargo, resgatando a feira agropecuária mais tradicional de Mato Grosso do Sul. “Parabéns presidente Guilherme Bumlai por em tão pouco tempo e já conseguir resgatar um evento que tem mais de 80 anos de história. Lembrei da minha infância e adolescência, quando meu avô me trazia para visitar a Expogrande, infelizmente ele já não está mais entre nós, porém, tenho certeza que meu avô está muito feliz pela retomada dessa feira agropecuária”, declarou.

Já o presidente da Famasul, Marcelo Bertoni, reforçou que a entidade está à disposição para ajudar a fazer com que a Expogrande volte ao status que sempre teve e deveria continuar tendo. “Que as atrações relacionadas ao agronegócio retornem para mostrar às crianças de hoje em dia a pujança da nossa maior feira agropecuária. Quero lembrar também que o setor agropecuário de Mato Grosso do Sul foi criado dentro da Acrissul pelos produtores rurais que trabalharam e fizeram a atividade crescer com sustentabilidade”, finalizou. 

Clique AQUI e veja mais imagens do lançamento da Expogrande