Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
26ºmax
18ºmin
Notícias

Acrissul convoca associados para discutir invasões de terras por indígenas

03 junho 2013 - 18h40Por Da Assessoria

A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) convocou uma assembleia com todos os associados, para esta segunda-feira, 3, às 9 horas, ocasião em que discutirá os rumos que a associação tomará em relação às invasões de propriedades rurais no Estado por indígenas. Na semana passada houve a desocupação de uma área em Sidrolândia, na fazenda Buriti, de Ricardo Bacha, mas no dia seguinte os índios da etnia terena voltaram à fazenda.

Ontem houve mais uma invasão na região, na fazenda Cambará do pecuarista Vante Filho. Ontem durante reunião com o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) no TJ (Tribunal de Justiça), os índios disseram que iriam suspender as invasões de terras por 15 dias. O compromisso foi firmado pelas lideranças das etnias terena, guarani e kadiwéus. Mas o acordo de trégua não foi cumprido.

Nova reintegração

Foi concedida na noite deste domingo (2) pela Justiça Federal uma nova reintegração de posse para o proprietário da Fazenda Buriti, em Sidrolândia, distante 70 km de Campo Grande. A decisão é da juíza federal substituta de plantão, Raquel Domingues do Amaral. A Funai têm 48 horas para retirar da área os índios da etnia terena que ocupam a propriedade desde sexta-feira.

Em caso de descumprimento da ordem judicial, serão aplicadas multas de R$ 1 milhão por dia para a Funai e de 1% sobre o valor da causa ao líder da comunidade indígena Buriti e ao coordenador local da Funai.