Menu
Busca quarta, 21 de fevereiro de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
22º
Acrissul apresenta Expogrande
SUSTENTABILIDADE

Acrissul assina contrato com a Energisa para implantar projeto de energia solar

Pelo contrato assinado entre as duas instituições, serão implantados 114 painéis no Parque de Exposições Laucídio Coelho

30 janeiro 2024 - 19h11Por Acrissul | Assessoria de Comunicação

A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) e a Energisa assinaram na tarde desta terça-feira, 30, um contrato para implantação de um projeto de eficiência energética no Parque de Exposições Laucídio Coelho, sede da entidade. O valor do investimento é de R$ 255,3 mil para implantação de 114 painéis fotovoltaicos, que será custeado pela companhia de energia, o que garantirá uma economia de R$ 11 mil por mês para a Acrissul.

O sistema  permitirá inicialmente a produção de 65,55 kWp, mas poderá ser expandido para aumentar a produção. Além dos 114 painéis para produção de energia fotovoltaica, o projeto também prevê a implantação de equipamentos, sendo 45 projetores de LED de 100 watts, 35 projetores de LED de 200 watts e mais 18 luminárias públicas de 100 watts.

Para o presidente da Acrissul, Guilherme Bumlai, a implantação do projeto garantirá, além de significativa economia mensal para os cofres da entidade, também abre um caminho para que o parque de exposições torne-se cada vez mais sustentável e autossuficiente em produção da energia que consome internamente.

Marcelo Vinhaes, diretor-presidente da Energisa em Mato Grosso do Sul, acvalia que esse é mais  um projeto voltado para o benefício da sociedade. Citando projetos semelhantes implantados na Santa Casa  de Campo Grande, Feira Central, Camelódromo, ele lembra que no início esses projetos eram voltados para mais para indústrias e, agora, há essa preocupação de beneficiar as entidades que prestam um serviço para  a sociedade. "Quem que não tem uma boa lembrança da Expogrande?", indaga.

A cerimônia de assinatura do contrato contou com participação de Carlos Alberto Assis, presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de MS), do vereador de Campo Grande, Claudinho Serra, entre outra autoridades.