Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
32ºmax
20ºmin
Pantanal

Acrissul apoia obras e investimentos em infraestrutura no Pantanal

Entidade apresentou sugestões no Fundersul e participa de live de lançamento do Projeto Ilumina Pantanal

02 março 2021 - 15h55Por Da Assessoria de Imprensa | Acrissul
Acrissul apoia obras e investimentos em infraestrutura no Pantanal

A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), dentro da atual gestão vem sempre dedicando-se para, dentre outras conquistas, conseguir mais desenvolvimento para o Pantanal. 

Foi assim que na última reunião ordinária do Fundersul, conforme registro na Ata 01/2021, o presidente da associação, Jonatan Pereira Barbosa, apresentou o Projeto de Integração "Fronteira Oeste", etapa 1, na Rodovia MS 325, trecho do entroncamento BR-262-entroncamento MS 243, que será analisado para receber futuros investimentos do Fundersul.

O projeto foi muito bem recebido por todos os presentes, que entenderam com facilidade sua viabilidade. O presidente da Acrissul, Jonatan Barbosa, que é conselheiro do Fundersul, em expediente a ser agendado com o governador de MS, Reinaldo Azambuja, deverá fazer a entrega de cópias do projeto com pedido para que o chefe do Executivo Estadual priorize essa importante obra rodoviária de interesse para todo o Pantanal.

"Ilumina Pantanal"
Nesta terça-feira, 2, no Auditório da Governadoria, aconteceu a live de lançamento do "Ilumina Pantanal", projeto de universalização de fornecimento de energia elétrica para o Pantanal, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, acompanhado do secretário Jaime Verruck (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), do presidente do Grupo Energisa, Marcelo Vinhais, do presidente da Acrissul, Jonatan Pereira Barbosa, do presidente da Famasul, Maurício Saito, dos representantes da Aneel e do Ministério das Minas e Energia, entre outras autoridades,

Para o presidente da Acrissul, Jonatan Barbosa, ficou clara a participação da associação na defesa de interesses prioritariamennte na defesa do Pantanal. "O que antes eram ações voltadas para estruturar rodovias com projetos e obras, agora o foco será também o fornecimento de energia elétrica para todos os pantaneiros", avaliou o ruralista.

O projeto prevê a instalação de sistemas de geração de energia elétrica em 2.167 propriedades isoladas nos municípios de Aquidauana, Corumbá, Coxim, Ladário, Miranda, Porto Murtinho e Rio Verde de Mato Grosso. Só neste ano, serão instaladas 1.300 unidades consumidoras. As outras 867 serão fixadas até 2022.