Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
29ºmax
21ºmin
ExpoMS

Palestra sobre sanidade agropecuária recebeu mais de 80 participantes

07 outubro 2009 - 15h58
Palestra sobre sanidade agropecuária recebeu mais de 80 participantes

O auditório da Acrissul acomodou mais de 80 pessoas na manhã desta quarta-feira (07). Estudantes, pecuaristas,  e profissionais do meio rural se fizeram presentes para participar da palestra sobre o “Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal – SISBI”, ministrada pela veterinária Judi Maria de Nóbrega e realizada pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) de Mato Grosso do Sul. 

 

O Sisbi é um dos sistemas que compõem o Suasa (Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária), que é coordenado por várias instâncias do poder público federal voltadas para o controle de atividades de saúde, sanidade, inspeção, fiscalização, educação, vigilância de animais, vegetais, insumos, produtos e subprodutos de origem animal e vegetal.

 

De acordo com a palestrante, Dra. Judi, a fiscalização possibilita ampliar a comercialização dos produtos de origem animal em suas diversas escalas de produção. Segundo a palestrante, a necessidade e vantagem da adesão é a garantia da sanidade animal e segurança alimentar. “A harmonização e a padronização dos procedimentos de inspeção entre as esferas governamentais possibilita a ampliação da comercialização do produto regional para todo o país”, explica.

 

O intuito do Sisbi é padronizar os procedimentos de inspeção e fiscalização dos produtos de origem animal em todo o país. O número de municípios que já fizeram adesão ao sistema vem crescendo gradativamente. Ao todo são 28 municípios de cinco estados brasileiros. O último a realizar a adesão foi o Estado de Mato Grosso. A palestrante conta que Mato Grosso do Sul ainda não faz parte do Sisbi e explica que para realizar a adesão é fundamental a iniciativa do poder executivo, seja ele municipal ou estadual.

 

Como aderir ao Sisbi

 

 

Qualquer Estado ou Município pode aderir ao Sisbi, desde que solicitem ao SIF (Sistema de Inspeção Federal), órgão coordenador do sistema, a comprovação de equivalência entre o serviço do solicitante e o do SIF.

 

Os municípios e estados, podem pedir a equivalência dos seus serviços de inspeção com o Sistema Coordenador do SISBI. Para obtê-la, estes precisam comprovar que têm condições de avaliar a qualidade e a inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura.

 

O Dipoa (Departamento de Inspeção e de Produtos de Origem Animal) constituiu um grupo de trabalho para definir os requisitos e demais procedimentos necessários para a adesão ao Sisbi, também foi instituído gestores estaduais para atuarem como técnicos de referência junto às Superintendências, os quais são responsáveis pela divulgação e orientação aos serviços de inspeção interessados na adesão ao sistema.

 

Mais informações podem ser obtidas no Mapa, pelo telefone (67) 3316 7100.

 

Palestras Expo MS

 

Todas as palestras realizadas na Expo MS são também transmitidas ao vivo pela TV Agromix, com link no site da Acrissul. Ao final, todos os participantes presenciais recebem certificados.

 

Clique aqui e confira a programação na íntegra. Não deixe de participar do Encontro do Agronegócio.