Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
23ºmin
Expogrande

Ministra Dilma confirma participação na abertura da Expogrande dia 18

12 março 2010 - 20h39Por Jefferson da Luz - Via Livre Comunicação

Na tarde de hoje, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), acompanhado de seu colega de parlamento Vander Loubet (PT), veio à sede da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) para dar a notícia de que a ministra Dilma Rousseff (Casa-Civil) confirmou sua participação na cerimônia de abertura da 72ª Expogrande (18 a 28 de março).

Diferentemente do que tinha sido acertado em Brasília no mês passado, a ministra virá no dia 18 de março -primeiro dia de visitação pública à feira- e não no dia 19, como ela havia sugerido anteriormente.

“Está certo que a ministra vai inaugurar algumas obras do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] juntamente com o prefeito Nelsinho [Nelson Trad Filho, PMDB], e visitar outras. Após isso, participará da cerimônia de abertura da Expogrande. Por fim, estamos preparando um jantar com empresário, comerciantes e produtores rurais”, adiantou Dagoberto.

O deputado federal Vander Loubet disse que não está certo se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vira juntamente com a ministra. “O Palácio do Planalto ainda está tentando conciliar as duas agendas”, disse.

Visita ao Parque – Depois de receber as boas notícias, Francisco Maia, presidente da Acrissul, levou os dois deputados para uma rápida visita ao Parque de Exposições Laucídio Coelho. “Eles, juntamente com o deputado Antonio Carlos Biffi [PT] e o senador Delcídio do Amaral [PT], nos ajudaram com suas emendas parlamentares. Então, fiz questão de que eles andassem pelo parque para conferir a aplicação dos recursos que viabilizaram”, disse Maia.

Ao fim da visita, Loubet destacou a atenção especial que a Acrissul estará dispensando aos tratadores que estarão aqui por ocasião da Expogrande. “Com certeza valeu a pena participar da realização da feira. Vi o restaurante e o alojamento dos tratadores. Dar condições dignas a estes trabalhadores é fundamental”, avaliou.