Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
19ºmin
72ª Expogrande

Cresce a participação da raça Senepol na Expogrande

19 março 2010 - 00h00

O 2° leilão Força do Senepol que acontece dia 26 de março, no parque de exposições Laucídio Coelho, está com previsão de faturamento de R$ 800 mil, segundo o vice-presidente da ABCBS (Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol), Ivo Vladeir Reich.

O evento acontece no Tatersal 02 e será transmitido pela Leiloboi. Estão confirmados mais animais puros este ano, em comparação à edição anterior com a exposição de lotes de 50 touros, 30 fêmeas Senepol S2 de 12 meses, 4 lotes de 30 animais machos de cruzamento industrial meio sangue Senepol de 12 meses, 2 lotes de 15 S2 de 12 meses e 2 lotes de S2 prenhas de 15. De acordo com o vice-presidente da ABCBS o Senepol está se confirmando diferente das outras febres de cruzamento industrial, nas regiões quentes.

“O criador quando começou conhecer a raça comprou poucos touros, mas nos últimos dois anos, as pessoas confirmaram as vantagens e querem usar o Senepol pra valer”, diz Ivo. Ele ressalta que uma das grandes vantagens da raça está relacionada a qualidade do material que trouxeram para o Brasil, quando se iniciou a utilização dos touros.

“Os criadores foram atrás do que tinha de melhor nos EUA, e assim o Brasil entrou com pé direito nesse mercado”, garante. A raça chegou ao Brasil em 1995, com as primeiras doses de sêmen que foram importadas. Em 2000, vieram os primeiros animais para o país, importados dos melhores rebanhos dos EUA e das Ilhas Virgens.

A importação inicial envolveu dois líderes genéticos da raça e as melhores fêmeas Senepol. Com esta genética os selecionadores brasileiros multiplicaram a qualidade fazendo do Brasil um celeiro da genética mundial.