Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
21ºmin
Expogrande

Agraer apresenta palestra sobre piscicultura durante a 79ª Expogrande

08 abril 2017 - 18h32Por Karla Silva
Agraer apresenta palestra sobre piscicultura durante a 79ª Expogrande

Na manhã deste sábado (08), no Auditório da Acrissul, a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) em parceria com o Grupo Acorci Piscicultura, apresentou uma palestra sobre os métodos para aumentar a eficiência e lucratividade da atividade.

A piscicultura caracteriza-se pela criação de peixes de todas as espécies, plantas e moluscos aquáticos. A piscicultura vem ganhando espaço nas últimas décadas, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2014, Mato Grosso do Sul, ocupa a 19ª posição no ranking de produção. Segundo Luiz Acorci Filho, Engenheiro Agrônomo e palestrante, em 2013 o estado possuía cerca de 800 produtores. Os grandes criadores estão distribuídos nos municípios de Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti e Dourados, e os pequenos, que geralmente são agricultores familiares, pulverizam-se em todo o estado, produzindo de dois a três mil quilos de peixes. Dentre as vantagens de produção, por não necessitar de espaços muito grandes, em 1.000m² é possível produzir 1 tonelada de peixes, a atividade vem se desenvolvendo com rentabilidade e sustentabilidade.


As espécies cultivadas variam de acordo com cada região do Brasil. Na região norte, predominam criações de tambaqui e o pirarucu. No centro-oeste, o pacu,  pintado e a tilápia. Na região sul, a carpa e a tilápia, e no nordeste e sudeste a tilápia. Segundo dados do IBGE, em 2015, a criação de tilápia representou 45,4% do total da despesca nacional, “Em tanque rede se produz quase 400 mil toneladas de tilápia”, informa Luiz Acorci.


Existem vários tipos de piscicultura: tanque escavado, de tecrede e aquaponia, que são tanques de lona, onde a água é recirculada, “Muitos agricultores familiares utilizam essa água para irrigar a horta, onde á agua é filtrada, e retorna para os peixes”, conclui Luiz. No Mato Grosso do Sul, segundo Luiz Acorci, a piscicultura predominante é a de tanque escavado.


O estado ainda enfrenta muitos desafios para crescer na atividade, falta de normatização para a atividade, mão-de-obra, assistência técnica, e estutura em cooperativa, mas para Luiz Acorci a piscicultura tem muito a crescer, “A piscicultura, por ter tantos desafios, é ótimo. Se já conseguimos ter eficiência e lucratividade, imagina daqui há alguns anos? Precisamos encarar os problemas como oportunidade”, conclui.


79ª Expogrande


A Expogrande acontece até amanhã (09) no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande (MS), e conta com extensa agenda de leilões, competições e palestras técnicas, além de shows, gastronomia variada, e oportunidades facilitadas de negócios.


Sábado, a entrada é gratuita até as 16h. A partir das 18h é cobrado o valor do ingresso. Domingo, último dia de feira agropecuária, o visitante não paga para entrar durante todo o dia.


Mais informações pelo telefone (67) 3345-4200.