Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
21ºmin
Talentos & Profissões

Pecuarista faz história na pecuária de MS e diz que o sucesso se deve à dedicação e envolvimento da

16 setembro 2009 - 00h00Por Folha do Fazendeiro

“A pecuária é o meu trabalho e lazer e o sucesso do negócio é resultado da dedicação e envolvimento de toda a minha família”, assim define Izanélio José Rezende, pecuarista que fez história em Mato Grosso do Sul com o Leilão Marca 15, o maior leilão de corte do Estado, realizado no Pantanal da Nhecolândia, no município de Rio Verde, cerca de 250km de distância de Campo Grande. “Nesse leilão, trabalhamos com cerca de 6 mil reses, agora a idéia é fazer um leilão ainda maior”, comemora Izanélio.

O pecuarista conta de sua trajetória até chegar ao ponto de destaque que ocupa hoje. Izanélio diz que sempre esteve envolvido na pecuária, mas em 2002, com o falecimento do sogro, Adão de Oliveira, Izanélio tomou a frente dos negócios e passou a se dedicar inteiramente ao ramo. “Melhorei a pastagem e aprimorei a cria dos animais e com a parceria da Pantanal Leilões, que sempre esteve presente em nossa luta, pudemos realizar o maior leilão da história do nosso Estado e assim garantir animais de qualidade aos pecuaristas de várias regiões do Estado e do País” comenta.

Ele explica que a Marca 15 começou na Fazenda Estreito, em Rio Brilhante e em 1984 conquistou a Fazenda Vitória, no município de Aquidauana. Já na década de 90 as conquistas foram as Fazendas Santa Aparecida e Bonança, ambas em Corumbá. E a mais recente, a Fazenda Arco-Iris. Izanélio conta que todo o trabalho na produção dos animais é realizado em conjunto com toda a família.

A sogra Dilza de Souza Oliveira, os filhos e a esposa são elementos fundamentais no sucesso do negócio dos animais Marca 15, cada um com sua participação, sendo que um dos filhos é o veterinário responsável pela Marca 15. Segundo Izanélio, a conquista da confiabilidade e garantia de um produto de qualidade, fornecido aos pecuaristas da região e que é reconhecido, é resultado de todo um trabalho e dedicação de anos.

Prova disso é o sucesso do último leilão, onde todos os animais foram negociados. O pecuarista confessa que os bezerros de desmama variam entre 220 à 230 kg. Ele atribui esse bom desempenho dos animais à dedicação e amor pelo negócio envolvendo toda a família e os mais de 20 peões. Izanélio comenta rapidamente as técnicas de manejo e desmame à sal e pasto, que garante um animal padrão e que toda suplementação animal são a base de produtos da Tortuga.

“A intenção é disponibilizar animais de qualidade e para isso, adquirir touros com boa genética, encontrados nos excelentes plantéis, aqui mesmo no Estado”, finaliza.