Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
21ºmin
Pecuária

Melhoramento genético agrada pecuaristas e torna produto competitivo

27 julho 2010 - 00h00Por Agrolink.

“O melhoramento genético é de fundamental importância, é o primeiro passo que o produtor tem que tomar visando o aumento da produtividade”. Foram com essas palavras que o médico veterinário e supervisor técnico da Associação do Novilho Precoce MS, Klauss Machareth, pontou os aspectos positivos do melhoramento genético na produção de novilhos precoce. Os debates ocorreram durante o 7° Dia de Campo, promovido pela Agropecuária J. Machado no último sábado (24) na Fazenda Campina Verde, localizada na região de Rochedo/MS.

De acordo com o proprietário da fazenda, Jerônimo Machado, o objetivo de encontros como esse é mostrar o trabalho realizada pela propriedade e os benefícios do melhoramento genético, além de promover um ambiente de troca de experiências entre os participantes.

Com a palestra “Sistemas de produção de novilhas nelore super-precoces a pasto”, Argeu Silveira, representante da Genética Aditiva, destacou a importância de planejamento e formas de produção alinhadas ao uso da tecnologia. “Nosso trabalho é voltado para o desenvolvimento econômico baseado na melhor tecnologia existente no mundo, buscando eficiência de produção, rentabilidade e sustentabilidade”, afirmou.

Mercado - Além da busca pela qualidade na produção para obter rentabilidade, os produtores se preocupam com o diferencial do produto e a competitividade no mercado. Segundo Klauss Machareth, o melhoramento genético influencia tanto na questão mercadológica quanto reprodutiva. “Com o melhoramento genético, o produtor vai aumentar o peso dos animais na desmama e está testado e comprovado que esses animais passam essas capacidades de ganho de peso para suas gerações e consequentemente você consegue abater esses animais mais novos e obter a padronização desses produtos. O frígorífico quer justamente aquele produto que não tenha desnível de peso e essa padronização é fundamental para ele”, explica.

O produtor Jerônimo Machado está consciente dessas vantagens: “Procuramos agregar valor ao nosso produto por meio da associação e do melhoramento genético”, finaliza. As informações são de assessoria de imprensa.