Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
18ºmin
Expo MS

Feira aposta na diversidade e na sustentabilidade da pecuária

02 outubro 2009 - 00h00

De 2 a 12 de outubro acontece no Parque de Exposições Laucídio Coelho a 1ª Expo MS – o Encontro do Agronegócio. A feira, realizado pela Acrissul (Associação dos Produtores de Mato Grosso do Sul), promete se firmar no calendário de eventos de Campo Grande como uma das principais exposições de agropecuária regional.

Em sua primeira edição a Expo MS já quebra três recordes, em número de leilões (33), de palestras (66) e de shows (17). Pela número de palestras (66) a exposição já se consagra como a “feira do conhecimento”. A diversidade de temas foi escolhida para atrair os mais variados interesses sobre o evento. “O foco desta feira é o conceito da sustentabilidade na pecuária, com ênfase à carne produzida no Pantanal”, resume Francisco Maia, presidente da entidade.

A abertura oficial será no sábado, dia 3 de outubro, e terá a presença do governador do Estado, André Puccinelli, e parlamentares municipais, estaduais e federais. A solenidade será na pista central de julgamento, às 18h.

Na ocasião, serão homenageadas personalidades que atuaram para a valorização do agronegócio de Mato Grosso do Sul. Entre os que receberão a placa “Amigo da Acrissul” estão: o senador Delcídio do Amaral (PT); o deputado federal Waldemir Moka (PMDB); os secretários Edson Giroto (Obras) e Tereza Cristina (Produção e Turismo); os engenheiros da empresa Equipe, João Carlos de Almeida e Almir Antônio Deniz de Figueiredo; o diretor da Viação Cidade Morena, Paulo Constantino; o radialista Juca Ganso e o diretor-presidente da Rotele Distribuidora, Norberto Soares Leite.

Todos os ex-presidentes da Acrissul também serão homenageados, seus nomes batizarão ruas, avenidas e espaços dentro do Parque de Exposições Laucídio Coelho. “A Expo MS envolve todas as cadeias do agronegócio, não tem pecuária como a estrela maior. É uma feira mais diversificada, onde nós teremos as 14 cadeias produtivas da Seprotur [Secretaria de Produção e Turismo]. E sobretudo, estamos dando uma ênfase muito grande às palestras. Nós entendemos que ganho de produtividade só acontece com informação e conhecimento”, disse Francisco Maia, presidente da Acrissul.

Uma das grandes atrações da 1ª Expo MS, será o pavilhão Pantanal Sustentável, organizado pela Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO Pantanal Orgânico). O público vai conhecer os processos produtivos da carne bovina orgânica, saber do potencial econômico e ambiental do Pantanal, onde são desenvolvidos projetos de valoração de produtos e serviços sustentáveis, com responsabilidade socioambiental e viabilidade econômica. No pavilhão da ABPO estarão presentes mais de 30 entidades.

Também há espaço para quem tem uma atividade que não é ligada à criação de gado. Serão realizados diversos tipos de eventos relacionados com o cavalo árabe, cavalo pantaneiro, ovinocultura cana-de-açúcar, plantação de florestas entre outros. Quatro instituições financeiras estão presentes na Expo MS, Banco do Brasil, Sicred, Bradesco e BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Só o Banco do Brasil garantiu mais de R$ 60 milhões disponíveis durante a feira, para aquisição de máquinas e animais. Quantos aos shows, nesta edição a Acrissul priorizou os pratas da casa, com 16 atrações regionais. Além de uma atração atração nacional – a dupla Rick e Renner, que se apresentará no dia 10 de outubro.

Todas as demais serão de artistas regionais, que apresentarão desde um estilo de sertanejo raiz, como Ivo de Souza, Aurélio Miranda, até o atual sertanejo universitário de duplas como Guilherme e Falcão e Patrícia e Adriana. O ingresso custa R$ 5,00 e estudantes com carteira válida pagam meia-entrada. Durante a semana os portões ficarão liberados até as 18 horas.