Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
22ºmin
Notícias

Vale e Bunge fecham acordo para transporte de etanol por ferrovia

13 janeiro 2010 - 00h00Por Agência Estado.

 

Dois anos após ser leiloada pelo governo federal, a Ferrovia Norte-Sul começa a se consolidar como importante corredor logístico do País. A Vale, que administra a estrada de ferro no trecho que vai de Açailândia (MA) até Palmas (TO), acaba de firmar um grande acordo com a multinacional Bunge para transportar 200 milhões de litros de etanol por ano até o Porto de Itaqui, no Maranhão.

O contrato, de 11 anos, deve incrementar ainda mais a carga total movimentada pela ferrovia. Até setembro do ano passado, a Vale havia transportado 7% mais que todo o ano de 2008, somando 1,5 milhão de toneladas. Segundo o diretor de Comercialização de Logística da Vale, Marcello Spinelli, o acordo com a Bunge vai evitar a circulação de 700 caminhões por mês nas estradas brasileiras.

O etanol sairá do terminal da multinacional no município de Tupirama (TO) até Guaraí, início da Ferrovia Norte-Sul. De lá seguirá de trem pela Norte Sul e pela Estrada de Ferro Carajás (também da Vale) até São Luiz (MA), de onde será exportado pelo Porto de Itaqui. "O custo desse transporte se torna muito mais barato por causa da proximidade com os Estados Unidos, por exemplo", afirma Spinelli.

Para o transporte, a Mitsui Rail Capital (MRC) vai alugar 25 vagões-tanque para a Bunge. Todos os equipamentos serão produzidos no Brasil. O transporte dos 200 milhões de litros começará este ano, mas ainda sem data estabelecida. O volume poderá crescer conforma a demanda, afirma Spinelli. Na avaliação dele, a Norte-Sul é uma das ferrovias mais modernas do País, com traçado e curvas pequenos, que permitem uma velocidade de até 80 km por hora.

Embora o trecho arrematado pela Vale não esteja todo construído (o trecho até Palmas deve ser concluído em maio), a empresa já conseguiu firmar importantes contratos, além desse com a Bunge. Em dezembro, a empresa assinou acordo com a Ceagro Agronegócios para transporte e embarque marítimo de 240 mil toneladas de grãos por ano.

Nesse caso, a Ceagro vai alugar 30 vagões da Ferrolease para a operação. Os grãos serão transportados na rota Porto Franco (TO) e Colinas do Tocantins (TO) até São Luiz, onde serão embarcados pelo Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, da Vale. Além da Bunge e Ceagro, a Norte Sul tem outros clientes, como Cargill, Multigrain, Algar, Iara Fertilizantes e Spa Construtora. "Hoje estamos muito focados em grãos e fertilizantes. Mas quando chegarmos até Palmas poderemos explorar também o mercado de contêineres", diz Spinelli.