Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
29ºmax
21ºmin
Notícias

Umidade do ar atinge nível de emergência em MS, diz meteorologia

10 agosto 2011 - 11h39Por G1

A umidade relativa do ar atingiu 12% em alguns municípios da região norte de Mato Grosso do Sul, como, por exemplo, São Gabriel do Oeste e Rio Verde, e na região central, em Campo Grande, chegou a 19%, na tarde desta terça-feira (9), segundo previsão do Centro Meteorológico da Uniderp/Anhanguera.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o percentual de 12% de umidade relativa do ar já é considerado de emergência e se assemelha ao de um deserto, o que deixa a população vulnerável a complicações respiratórias.

A pneumologista Lilian Andries afirma que com a umidade em níveis baixos as vias aéreas ressecam e as secreções do pulmão ficam mais grossas, o que pode causar infecções respiratórias. A hidratação, conforme ela, é o fator principal para prevenir os desconfortos causados pelo tempo seco. “Tomar muita água e hidratar o nariz com spray de soro fisiológico são alternativas para diminuir as possíveis infecções respiratórias”, orienta a médica.

Lilian diz que crianças e idosos ficam mais vulneráveis a essas infecções nesta época do ano e que, por isso, o cuidado com eles deve ser redobrado. “Os pais e parentes tem que hidratar as crianças e os idosos frequentemente. Geralmente eles não se lembram de beber bastante água e devemos ficar atentos”, completa.

Previsão

A previsão do Centro Meteorológico da Uniderp/Anhanguéra para está quarta-feira (10) é de tempo parcialmente nublado, com possibilidade de chuva no nordeste do estado. A umidade relativa do ar na região central chega aos 14%. E as temperaturas para o norte de Mato Grosso do Sul não passam dos 37ºC enquanto na região central a mínima esperada é de 21ºC e máxima de 35ºC.