Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
19ºmin
Notícias

Secex: exportadores registram aumento nas vendas

22 abril 2010 - 00h00Por Agência Estado, por Tatiana Freitas.

As principais exportadoras de carnes do País encerraram o primeiro trimestre com crescimento das vendas externas, confirmando a retomada da demanda internacional em 2010. Entre os dados comparáveis referentes às empresas de capital aberto, a expansão mais significativa em receita é apresentada pelo frigorífico Minerva, cujas exportações subiram 80,8% de janeiro a março, somando US$ 220,05 milhões no período, segundo levantamento da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Também exportadora de carne bovina, a JBS registrou um crescimento de 36,1% nos embarques no acumulado do ano, que foram equivalentes a US$ 215,5 milhões. Já o frigorífico Bertin, que no ano passado foi incorporado à JBS, exportou US$ 278,4 milhões no primeiro trimestre, apresentando um avanço de 11,1%.

Os dados do órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) também mostram recuperação das empresas que exportam predominantemente carne de frango. A Sadia vendeu ao exterior US$ 478,9 milhões no primeiro trimestre, com um crescimento de 19,3% em relação ao mesmo período de 2009.

Apesar da fusão com a BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão), a Sadia continua separada da BRF operacionalmente em obediência ao Acordo de Preservação da Reversibilidade da Operação (Apro) assinado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Por essa razão, os seus dados de exportação ainda são apresentados separadamente.

Segundo a Secex, as exportações da BRF ficaram em US$ 454,7 milhões nos três primeiros meses de 2010. Como no ano passado, a antiga Perdigão passou por uma reestruturação, a comparação com o primeiro trimestre de 2009 fica prejudicada.

Este mês, a Marfrig Alimentos ficou fora da lista das 40 maiores exportadoras brasileiras divulgada pela Secex. No entanto, a Seara Alimentos, adquirida pela companhia no ano passado, aparece na 27ª posição, com exportações de US$ 235,3 milhões no primeiro trimestre, o que representa um crescimento de 14,6% em relação aos três primeiros meses de 2009.