Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
23ºmin
Notícias

Queda no valor do milho pode refletir na baixa do preço de carnes

08 abril 2010 - 00h00Por Só Notícias.
Se o preço do milho cair, o consumidor será beneficiado indiretamente com a redução do custo de algumas carnes ou ao menos o arrefecimento no ritmo de alta dos preços do produto. Isso se justifica porque o grão é utilizado como ração para aves, gado e suínos. Recuos também devem ocorrer nos derivados da soja, como o óleo de cozinha, já que a oleaginosa terá safra recorde em 2010, com expectativa de superar em 10 milhões de toneladas a colhida no ano passado. O trigo, principal produto na composição do pão, terá uma oferta 9,3% maior que a anterior. Ainda assim, ela não será suficiente para atender toda a necessidade interna e o Brasil precisará importar uma grande quantidade. Com os preços caindo para o consumidor, diminui também o valor que o homem do campo pode cobrar por esses produtos. Em determinados casos, segundo a CNA, os custos de produção ficarão maiores do que o dinheiro obtido com a venda. “Em algum momento, o governo vai ter de intervir para garantir preços ao produtor. Se esse ano, em termos de renda, for ruim para os agricultores, eles podem migrar para outras culturas mais rentáveis e reduzir expressivamente a produção de alguns alimentos”, alertou Rosimeire. Segundo o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, as dificuldades no campo que ocorrerem em função do aumento da safra serão resolvidas. Além dos subsídios que a pasta já oferece, o ministério propõe o financiamento de longo prazo para a construção de silos próximos às lavouras. “O produtor fica vulnerável por essa falta de armazenagem e acaba obrigado a vender imediatamente após a colheita. Com a proposta, ele passa a controlar o momento de venda e se torna um negociante em condições vantajosas para enfrentar os altos e baixos dos mercados de commodities”, afirmou Rossi.