Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
32ºmax
21ºmin
Notícias

Produtores cobram importação de novas moléculas contra ferrugem e helicoverpa

13 setembro 2013 - 17h19Por Agrodebate
Produtores cobram importação de novas moléculas contra ferrugem e helicoverpa
Produtores brasileiros querem a importação de novas moléculas resistentes a ferrugem asiática e a helicoverpa. Em uma reunião realizada com a ministra da Casa Civil, Gleisi Helena Hoffmann e o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Eustáquio Andrade Ferreira, o setor deixou claro a preocupação com os prejuízos que as pragas e doenças pode causar na proxima safra agrícola. 
 
De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Glauber Silveira, a ferrugem asiática já causou prejuízos de US$ 25 bilhões nos últimos 10 anos. Em Mato Grosso, as perdas somaram US$ 1 bilhão somente na última safra. Confira também a entrevista completa no vídeo ao lado.
 
"Há duas moléculas pouco eficientes no combate a ferrugem asiática. Precisamos importar tecnologias mais modernas, a exemplo das carboxamidas". Ele lmbra que as moléculas já foram aprovadas nos Estados Unidos e na Europa. "Esperamos que já para a safra 13/14 tenhamos a nova molécuola", afirma.
 
Além da ferrugem asiática, o setor agrícola também aguarda a autorização para utilizar moléculas contra a Helicoverpa, o benzoato de emamectina. "Temos autorização para importar mas não temos autorização para utilizar o produto", conta Silveira, destacando que o assunto deverá ser priorizado pela ministra Gleisi Hoffmann.
 
De acordo com o presidente da Aprosoja Brasil, a praga é nova no Brasil e está atacando as mais variadas lavouras, como o milho, soja, feijão e algodão. Os prejuízos calculados até então soma US$ 10 bilhões.