Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
24ºmin
Notícias

Pressão ainda é de baixa no mercado do boi gordo

03 dezembro 2012 - 20h40Por SCOT CONSULTORIA

 A oferta de animais terminados possibilita que as indústrias completem as escalas de abate até o final desta semana. Este fator, somado ao fraco desempenho das vendas de carne com osso no atacado, faz com que as ofertas de compra a preços menores sejam frequentes.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na última sexta, dia 30, em São Paulo, a referência para o animal terminado fechou em R$97,50 por arroba à vista e R$99,00 por arroba a prazo.

Uma das praças com a melhor oferta de boiadas é Rondônia. Nos últimos oito dias, a arroba recuou 5,3%, saindo de R$95,00 por arroba à vista para R$90,00 a arroba, nas mesmas condições.

Em São Paulo, o boi casado de animais castrados é negociado por R$6,24 por quilo, queda de 2,2% na última semana. As programações atendem, em média, de quatro a cinco dias úteis. Fica a expectativa de como se comportará o mercado da carne no decorrer de dezembro.

Mercado de reposição em Goiás
Ainda de acordo com a Scot Consultoria, em Goiás o mercado de reposição teve ajustes positivos nos últimos trinta dias. O boi magro (de 12 arrobas) e o garrote (de 9,5 arrobas) estão 2,7% e 2,2% mais caros que há um mês, cotados em R$1.140,00 e R$950,00 por cabeça, respectivamente.

O bezerro de ano e o bezerro desmamado também ficaram mais caros. Estão cotados em R$750,00 e R$670,00 por cabeça. Os negócios ainda estão em ritmo lento, mas a demanda começou a dar sinais de melhora no Estado. Segundo os pesquisadores, o principal motivo para isso é o início da melhora das pastagens.