Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
19ºmin
Notícias

Pecuaristas de MS iniciam imunização contra febre aftosa na Zona de Fronteira

28 março 2012 - 02h31Por SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO, DA PRODUÇÃO, DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO

  Começou nessa segunda, dia 26, a primeira etapa da imunização do rebanho de bovinos na “Zona de Fronteira” de Mato Grosso do Sul – antiga ZAV, que vai acompanhar o segundo período de vacinação contra febre aftosa do Paraguai.

A Agência Estadual de Defesa Sanitária e Vegetal (Iagro) faz um alerta aos produtores para que se programem com antecedência. Nas propriedades de maior risco sanitário (assentamentos, aldeias indígenas e periferias das cidades) o órgão vai fornecer a vacina e realizar a vacinação com agulha oficial, ou seja, os funcionários realizarão a aplicação da vacina. Nas demais propriedades, a Iagro realizará a vacinação acompanhada (o produtor vacina os animais na presença dos servidores da Iagro em 100% do rebanho), fiscalizada (vacinação sob acompanhamento parcial por servidores da Iagro), ou ainda oficial (nestes casos, o produtor será o responsável pela aquisição da vacina das revendas de produtos veterinários).

— A medida visa a uma maior vigilância e atenção nas propriedades de fronteira — destaca a diretora-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Cristina Carrijo. Nas demais localidades do Estado, o cronograma continua o mesmo, com início em maio nas regiões do Planalto e Pantanal.

Para a aquisição da vacina, os produtores deverão se dirigir aos escritórios da Iagro para a liberação da compra no sistema Saniagro, bem como para o agendamento dos trabalhos de fiscalização da vacinação, quer seja acompanhada, fiscalizada ou oficial. O produtor precisa ficar atento ao prazo para o registro da vacinação, que deverá ser realizado pela internet até o dia 15 de maio.

Nas demais regiões, o rebanho deve ser vacinado da seguinte forma: Planalto - 1º a 31 de maio e Pantanal – 1º de maio a 15 de junho (para os optantes desta etapa). No Planalto, os bovinos e bubalinos devem ser imunizados de zero a 24 meses. O registro da vacinação deverá ser realizado pela internet até o dia 15 de junho.

No Pantanal, os optantes desta etapa devem imunizar todo o rebanho - de mamando a caducando. O registro da vacinação deverá ser realizado pela internet até o dia 30 de junho. Para mais informações o produtor pode procurar uma agência da Iagro ou pelo telefone 0800.679.120.