Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
21ºmin
Notícias

Mundial de Motocross na Capital destaca potencial para eventos internacionais

23 agosto 2010 - 11h03Por Imprensa Oficial
Mundial de Motocross na Capital destaca potencial para eventos internacionais

         Campo Grande (MS) – A Capital morena foi o palco do GP Brasil do Mundial de Motocross neste final de semana (21 e 22). Campo Grande foi a única cidade brasileira a receber o maior evento da categoria no mundo com uma pista considerada tecnicamente uma das melhores para o esporte. “Não foi fácil, mas nós conseguimos fazer um grande evento como este, só possível através do total apoio do Estado e a parceria com a prefeitura de Campo Grande”, afirma o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer do Estado (Fundesporte), Júlio César Komiyama. “É um evento prestigiado por todos, por quem já é adepto deste esporte e por quem ainda não conhece.

                   Sem dúvida também representa um grande avanço para o desenvolvimento da modalidade aqui em Mato Grosso do Sul. Temos agora uma pista nos padrões internacionais que poderá ser utilizada para treinamentos e provas, que com certeza é um legado que o Mundial deixa para os campo-grandenses”, diz Komiyama que participou da solenidade de abertura do evento ao lado do prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho e do diretor executivo da Bracco Internacional, Federico Carli – a empresa é a organizadora do evento no Brasil. O governador André Puccinelli também esteve no Grande Prêmio e ressaltou a importância da mídia que Mato Grosso do Sul ganha com a realização do Mundial no Estado. “Como aficionado por esportes de velocidade eu tinha que estar aqui hoje e prestigiar este belo evento em Campo Grande, louvando a habilidade dos pilotos. A alegria de recebermos a etapa deste Mundial é imensa; mostraremos ao mundo a nossa Capital, mostraremos a vontade do campo-grandense de presenciar o esporte e torcer por um evento bonito”, salientou o governador lembrando dos cerca de 120 países que prestigiam o Mundial de Motocross através das televisões que transmitem o esporte. “Ver o resultado deste grande evento é ver um sonho sendo realizado hoje.

             Olhando para trás nós vemos tempo de trabalho duro para trazer este Mundial para Mato Grosso do Sul. E a nossa recompensa é ver os sul-mato-grossense, o campo-grandense feliz em poder prestigiar esta grande festa”, observa o presidente da Federação Estadual de Motociclismo, Firmo Henrique Alves. De acordo com o piloto brasileiro com a melhor pontuação na categoria MX2 do Mundial, Antônio Balbi, a pista de Campo Grande agradou bastante por ser bastante técnica – rápida e com muitos saltos. A prova de Campo Grande teve destaques europeus. O alemão Ken Roczen e o francês Marvin Musquin foram os melhores nas baterias do Grande Prêmio do Brasil.