Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
19ºmin
Notícias

MS reduz atraso na produção sucroenergética

28 maio 2012 - 04h09Por Sato Comunicação
MS reduz atraso na produção sucroenergética

  Biosul – Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul – fechou na quinta-feira (24), a prévia da safra 2012/2013 da produção sucroenergética do Estado. Até o dia 15 de maio, as indústrias Sul-mato-grossenses já haviam processado 2,72 milhões de toneladas de cana. A expectativa para esta safra é colher 37,8 milhões de toneladas. Em relação à safra anterior, nesse mesmo período, o Estado já acumulava um montante de 4,41 mi t, queda de 38,25%.

O presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, apontou que este é um ano atípico para a produção sucroenergética, principalmente por conta do atraso na safra. O levantamento anterior, da segunda quinzena de abril, mostra que MS moeu 62% menos que o acumulado em relação ao mesmo período de 2011, enquanto que a região Centro-Sul, já havia processado 42% menos.

Existia grande diferença em relação ao processamento de cana no balanço anterior, quando comparado com a região Centro-Sul. As indústrias colocaram o pé no acelerador e diminuíram o atraso”, analisou Hollanda Filho.

As 22 indústrias em funcionamento no Estado produziram até o momento, 127 mil litros de etanol e 95 mil toneladas de açúcar. Nos dois produtos houve retração na produção, se comparado com o mesmo período em relação ao ano passado. “Ainda é cedo para fazermos previsões, mas os dados divulgados no começo da safra, quando apontada produção de 2 bilhões de litros de etanol, confirmam que o crescimento de 26% em relação a 2011/2012, ainda se mantém”, afirma o presidente da Biosul.