Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
29ºmax
16ºmin
Notícias

Mercado do boi gordo “calmo” na maioria das praças

16 março 2017 - 00h00Por Scot Consultoria

A estabilidade na maioria das praças pecuárias reflete a calmaria nos negócios no mercado do boi gordo. Não há interesse, por parte dos compradores de intensificar a compra de matéria-prima. Apesar disso, são raros os casos de indústrias fora das compras.

O que mais se vê é cautela para fechar negócios e poucas ofertas de compra acima da referência. Apesar disso, mesmo com a estabilidade na referência, em Dourados-MS e no Oeste da Bahia há negócios sendo fechados por R$1,00/@ ou R$2,00/@ a mais.

Em São Paulo, cinco dias é o tamanho médio das escalas dos frigoríficos e, embora haja ociosidade, praticamente não há pulos de dias de abate.

A margem das indústrias, tanto na operação de desossa quanto da venda de carne com osso, seguem, desde o começo do ano, acima da média histórica. Ou seja, aparentemente há fôlego para pagamentos maiores para a arroba, caso haja necessidade de aumentar a pressão de compra. E isso, só acontecerá se a demanda melhorar.

Os preços da carne bovina, apesar de estáveis, estão pressionados pelo consumo ruim, cenário que tende a piorar à medida que avança o segundo semestre.