Menu
Busca terça, 23 de abril de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
22º
BOI GORDO

Mercado bovino anda de lado neste início do mês de abril

Todas as 17 praças acompanhadas pela Agrifatto registraram estabilidade nos preços da arroba; em SP, animal terminado vale R$ 225/@, em média

02 abril 2024 - 07h31Por DBO Rural

As indústrias brasileiras continuam comprando lotes de boiadas gordas de maneira comedida, enquanto os pecuaristas resistem como podem ao movimento de baixa na arroba, aproveitando as chuvas recorrentes que dão um “fôlego” para as pastagens, permitindo a retenção do gado por um pouco mais de tempo, relata nesta segunda-feira (1/4) a Agrifatto.

Na avaliação da consultoria, com o início da primeira quinzena de abril/24, o escoamento da carne bovina do mercado doméstico pode apresentar melhorias, estimulado pela entrada dos salários nas contas dos trabalhadores.

Paralelamente, continua a Agrifatto, as boas condições das pastagens devem continuar dando condições para a manutenção dos animais gordos nas fazendas, o que pode resultar em sustentação das cotações da arroba ao longo desta semana.

Ontem (1º), o dia foi de escassas negociações, o preço médio do boi gordo em São Paulo permaneceu em R$ 225/@, apurou a Agrifatto.

Nas demais regiões cobertas pela consultoria (16 praças), a média de preço se manteve R$ 214,70/@. “Todas as 17 praças acompanhadas mantiveram as suas cotações estáveis”, informa a Agrifatto.

No mercado futuro, na última quinta-feira, a maioria dos contratos do boi gordo sofreu desvalorização. O papel com vencimento para abril de 2024 foi negociado em R$ 229,10/@, com queda de 0,37% em relação ao dia anterior.