Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
26ºmax
18ºmin
Notícias

Mais um mês de alta para os fertilizantes

16 março 2010 - 00h00Por Scot Consultoria.

De acordo com levantamento da Scot Consultoria, em março, os produtos nitrogenados estão, em média, 4% mais caros na comparação com o mês anterior.

Destaque para o nitrato de amônio, que em dezembro de 2009 estava cotado em R$658,00/tonelada (preço médio), e hoje é vendido por R$800,00/tonelada. Uma diferença de 21%.

Para os fosfatados o aumento foi maior. Considerando a média de todos os produtos pesquisados, houve alta de 10% em relação a fevereiro. No caso do potássio, as cotações subiram 2% no mesmo período.

A maior demanda mundial é o principal fator de alta no mercado de fertilizantes. A produção de grãos aumentou nos Estados Unidos, Brasil e Argentina, sem falar nos demais países onde a produção é menor.

Com isso, o produto que chega ao Brasil via importação está mais caro. Há relatos ainda de atrasos por parte de navios vindo da Europa, em função do gelo nas regiões produtoras.

No mercado interno, a partir de abril a demanda é maior para o segmento cana, em especial por nitrogenados e fosfatados. Dessa forma o viés de alta deve continuar para esses insumos.