Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
39ºmax
25ºmin
Notícias

Laudo aponta sobrecarga e falha estrutural em ponte que cedeu em Rochedo

04 abril 2012 - 02h52Por g1 ms

As obras na ponte sobre o rio Jatobá, em Rochedo, a 89 km de Campo Grande, devem começar em duas semanas. A estrutura cedeu há dois meses, quando um caminhão carregado de materiais de construção transitava pelo local. O laudo, feito por um perito contratado pela prefeitura de Rochedo, aponta duas causas para a queda da ponte.

A primeira são falhas na estrutura de madeira, que apresentava vigas podres e com rachaduras. Além disso, o caminhão estava com uma carga total de 16,8 toneladas, acima do peso máximo suportado pela ponte, que é de 15 toneladas, de acordo com a placa de sinalização.

O dono do depósito, Esmael Fernando Rocha, reconheceu o excesso de peso, porém, questionou o cálculo apresentado no laudo. "O carregamento de tijolo pesa em torno de 2,2 mil quilos, e no laudo o perito colocou 3,2 mil quilos", diz Rocha. A distância entre a ponte e a área urbana de Rochedo é de 17 quilômetros.

Com a ponte partida, quem mora do outro lado da margem do rio só tem uma opção, que aumenta a viagem em 50 quilômetros. O prefeito de Rochedo, Adão Pedro Arantes, não quis se pronunciar sobre o laudo mas informou que a empreiteira responsável pelo serviço vai ser notificada oficialmente e terá de refazer a ponte sem nenhum custo para o município.

Em Corguinho, cidade vizinha a Rochedo e onde fica a sede da empreiteira responsável pela construção e as duas reformas da ponte, uma funcionária informou que o dono não estava no escritório, e não havia ninguém que pudesse falar sobre o assunto.