Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
24ºmin
Notícias

Lagartas da soja atacam lavouras em Goiás

01 dezembro 2009 - 00h00Por Globo Rural

Lavouras de soja de Jataí, em Goiás, estão sendo atacadas por lagartas. Em algumas propriedades a única saída é o replantio da safra.

O bichinho que está destruindo algumas lavouras de soja em Jataí tem menos de dois centímetros. O agrônomo Jair Barrachi explica que a praga, na verdade, é uma larva do besouro conhecido pelos agricultores como rola bosta. Na época da chuva, o inseto deposita os ovos na lavoura. Após a eclosão não é preciso cavar muito para encontrar as lagartas.

“É muito fácil. Está no pé da soja. Na hora que arranca, já sai tudo preso e comendo a raiz”, disse Barrachi.

As plantas atingidas ficam com as plantas ficam com folhas amareladas e crescem menos. O coró atinge apenas a raiz da soja, o que impede o desenvolvimento da planta. “A planta para de alimentar. Além disso, ele injeta toxina na planta e ela não desenvolve”, completou Barrachi.

O agrônomo Silomar Cabral fez um levantamento das lavouras atingidas no município. “É uma praga considerada secundária para a nossa região. Não é uma praga primária. Para evitar problemas com a praga terá de usar dose de inseticida”, explicou.

É um prejuízo para os agricultores. Os especialistas já calculam a perda. O custo médio de produção das lavouras de soja em Jataí é de R$ 1,2 mil por hectare. O replantio exige um investimento de mais de R$ 500.