Menu
Busca quinta, 25 de abril de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
30º
Mercado pecuário

Indústrias seguem ausentes da compra de gado

O mercado físico do boi gordo iniciou a semana com preços enfraquecidos

25 outubro 2022 - 10h06Por Scot Consultoria
Indústrias seguem ausentes da compra de gado

De acordo com o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias o ambiente segue pautado pelo conforto das escalas de abate. Muitas indústrias seguem ausentes da compra de gado, ainda avaliando as melhores estratégias de aquisição de boiadas no curto prazo. A mudança de perfil dos importadores chineses é fator preponderante para entender o atual quadro.

Os preços da carne bovina negociada pelo Brasil estão em queda, situação que faz com que a indústria frigorífica não tenha capacidade para pagar mais pelos preços da arroba aos pecuaristas”, diz Iglesias.

Em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi ficou em R$ 284. Já em Dourados (MS), a cotação recuou para R$ 265. Em Cuiabá (MT), a arroba de boi gordo finalizou o dia cotada a R$ 253. Em Uberaba (MG), as cotações ficaram em R$ 282. Já em Goiânia (GO), a arroba continuou cotada em R$ 255.

O mercado atacadista de boi gordo teve preços enfraquecidos. De acordo com Iglesias, o ambiente de negócios sugere pela continuidade deste movimento, considerando a lenta reposição entre atacado e varejo durante a segunda quinzena do mês.

O quarto dianteiro foi precificado a R$ 16 por quilo.  Já a ponta de agulha teve preço de R$ 15,80. O quarto traseiro do boi teve queda e ficou cotado em R$ 21,20 por quilo.