Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
32ºmax
21ºmin
Notícias

Inadimplência das empresas tem a maior queda desde 2004

01 outubro 2010 - 00h00Por MS Notícias

 A inadimplência das empresas diminuiu 4,2% em agosto, na comparação com julho, segundo levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian. Apesar de um aumento de 3,8% em relação a agosto de 2009, no acumulado do ano, a inadimplência do setor é a menor dos últimos seis anos, com queda de 7,2%. De acordo com série histórica da Serasa, desde 2004 não era registrado um índice tão baixo de empresas inadimplentes.


De acordo com a nota técnica da Serasa, com “o fim do ciclo de elevação da taxa básica de juros, a Selic, com juros mais estáveis, as empresas passaram a contar com maior previsibilidade em relação aos seus custos de capital”.

Na variação mensal, as grandes empresas apresentaram uma situação de solvência melhor, com queda de 11,7% da inadimplência. Entre as empresas de médio porte houve redução de 6,1% e nas micros e pequenas, de 3,9%.

O número de títulos protestados caiu 8,1% e o de cheques devolvidos por falta de fundos, 4,4%. A única elevação foi no caso de dívidas com os bancos (2,8%), que apresentou valor médio de R$ 4.733,64 no acumulado de janeiro a agosto, o que representa alta de 3,6% sobre igual período de 2009.

Nessa mesma base de comparação, o valor médio dos títulos em protesto atingiu R$ 1.635,58 com redução de 8,9%. No caso dos cheques sem fundo, o valor médio subiu 33,1%, alcançando R$ 2.034,28.