Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
22ºmin
Notícias

Gir Leiteiro, raça valorizada por seus resultados

17 fevereiro 2010 - 00h00

O Gir leiteiro é a raça que mais valorizou na pecuária brasileira nos últimos anos. Por isso, não poderia ficar de fora da 72ª Expogrande, feira agropecuária internacional que será realizada no período de 18 a 28 de março de 2010, em Campo Grande-MS.

A capacidade produtiva, associada à rusticidade, destaca o Gir Leiteiro como alternativa inteligente para o produtor de leite. O mercado exige qualidade a preços baixos. Por ser mais rústico, o Gir Leiteiro apresenta menos infestações de ecto e endoparasitas e menos incidências de doenças do que raças de clima temperado. Isto acaba determinando um menor uso de carrapaticidas, vermífugos e antibióticos, proporcionando um produto final -o leite- livre de resíduos, portanto, mais saudável.

Animais resistentes e adaptados ao clima permitem sistemas de produção baseados em animais a pasto, o que possibilita a redução dos custos. Proporcionar viabilidade econômica para o produtor e oferecer ao consumidor um produto mais saudável é o papel do Gir Leiteiro na pecuária em regiões de clima tropical.

Por outro lado, o Gir Leiteiro mostra-se como a raça preferencialmente utilizada em cruzamentos com gado Holandês, para a formação do Girolando, contribuindo com leite, rusticidade, vigor e docilidade, características fundamentais para a produção econômica do leite.

Outro aspecto interessante é a possibilidade da utilização dos machos para recria e engorda, o que gera um ganho adicional para o produtor de leite.

Em Mato Grosso do Sul há diversos e importantes criadores da raça, com animais das principais linhagens existentes no país, formando rebanhos de muita qualidade, e que estarão presentes na Expogrande 2010.

Durante a feira, será realizada a 1ª Exposição Oficial de Gir Leiteiro no Estado, com supervisão e homologação pela Associação Brasileira de Criadores de Gir Leiteiro.

Como parte dessa exposição haverá torneio leiteiro nos dias 21 a 24, e julgamento dos animais nos dias 26 e 27.

O julgamento será realizado pela jurada oficial da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) Tatiane Almeida Drumond Tetzner, médica veterinária e doutoranda pela Unesp de Jabotical.