Menu
Busca segunda, 20 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
26ºmin
Notícias

Funrural: ministro do STF admite que dívida pode ser perdoada

28 setembro 2017 - 14h46Por Canal Rural
Funrural: ministro do STF admite que dívida pode ser perdoada

O acórdão que resume a decisão de constitucionalidade do Fundo de Assistência do Trabalhador Rural (Funrural) foi publicado na íntegra nesta quarta-feira, dia 27, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Mas a polêmica ainda está longe de acabar. O próprio STF não descarta a possibilidade de acabar com a dívida do tributo: o ministro Marco Aurélio Mello declarou que ainda existe a possibilidade de o Supremo aceitar que os débitos não precisam ser pagos.

"Sendo o objetivo o crescimento do país, é possível haver o perdão. De início é possível. Claro que não estou me debruçando sobre o caso concreto para perceber o móvel desse perdão", disse Mello. Esta foi a primeira vez em que um ministro do STF comentou a resolução do Senado que extingue as cobranças retroativas do Funrural.

De acordo com especialistas, o projeto de resolução da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) que previa a extinção da dívida do Funrural perde força, após o acórdão publicado nesta quarta. Por outro lado, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) ainda acredita nos recursos que vão ser apresentados, os chamados embargos de declaração.

O prazo para recursos junto ao STF é 4 de outubro. Sem a certeza de validade da resolução do Senado, a FPA já garantiu um novo prazo de adesão ao plano de regularização tributária.

O presidente da FPA, deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), afirma que procurou Michel Temer para convencê-lo de que é preciso editar nova medida, adiando o prazo de adesão para 30 de novembro. “(Isso) Deve ocorrer entre as próximas quinta e sexta, com certeza absoluta, até porque sexta é o prazo final e ninguém vai conseguir aderir”, diz.

Segundo Leitão, a bancada ruralista vai trabalhar com todas as alternativas para auxiliar os agricultores. “O que não podemos é deixar essa bomba no colo do produtor, num momento difícil”.

Com tanta tramitação envolvendo o Funrural, o presidente da Federação da Agricultura de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, orienta os produtores a aguardarem a decisão final do STF. Ele acredita que os juristas devem ter a palavra final sobre o assunto. "Claro que a gente ganha expectativa com a declaração do ministro, mas vamos aguardar", afirma.

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados