Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
23º
AFTOSA

Fórum aborda retirada da vacinação em São Paulo

Evento também vai atualizar as ações do Estado referentes ao Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA)

10 agosto 2022 - 08h14Por DBO Rural

Realizado pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), com o apoio do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP), acontece no próximo dia 24, o “II Fórum Paulista de Febre Aftosa”, das 13h às 17h, no Anfiteatro da UniFAJ, na Rodovia Adhemar Pereira de Barros, em Jaguariúna.

Durante o encontro, especialistas abordarão a questão da retirada da vacinação contra a febre aftosa do território paulista. O Fórum também tem o objetivo de atualizar as ações do Estado referentes ao Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA).

“O Fórum também acontece no intuito de realizar a integração da cadeia produtiva do agronegócio paulista com a Defesa Agropecuária. Dessa forma conseguimos informar as principais mudanças no sistema de vigilância e prevenção para febre aftosa após a retirada da vacinação contra a doença”, comenta Maria Carolina Guido, médica-veterinária e diretora do Departamento de Capacitação e Educação em Saúde Única (DECESUN).

Dentre os temas que serão abordados dentro da programação estão o aprimoramento da Defesa Agropecuária visando a retirada da vacinação contra a febre aftosa; a situação atual do Plano Estratégico para a retirada da vacinação; os benefícios da retirada da vacinação para conquista de mercado para a carne paulista e o fundo indenizatório para a pecuária paulista.

O evento acontece de forma presencial e é destinado a produtores rurais, lideranças do setor agropecuário da região, representantes dos poderes executivos e legislativos nas esferas federal, estadual e municipal, representantes de sindicatos rurais e dos trabalhadores rurais, estudantes e dirigentes de instituições de ensino superior e médio em ciências agrárias e profissionais da imprensa.