Menu
Busca sábado, 15 de junho de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
24º
REGULAÇÃO

Fipe passa a publicar tabela de preços de máquinas agrícolas

Novo levantamento trará mensalmente o preço médio de venda de mais de 250 modelos de tratores e colheitadeiras usadas

09 agosto 2022 - 11h20Por DBO Rural

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) passa a publicar a partir de agosto a “Tabela Fipe de Preços de Máquinas Agrícolas”. O levantamento é o primeiro do gênero no segmento com acesso público, abrangendo a maioria dos modelos de tratores e colheitadeiras usados à venda no país, e será atualizado mensalmente com base nos equipamentos ofertados em todo o território nacional.

“Trata-se de uma antiga reivindicação do agronegócio, pois, até agora o mercado não dispunha de uma referência de preços. A Tabela Fipe de Preços de Máquinas Agrícolas cumpre esse papel”, diz o professor e economista Sérgio Crispim, que liderou o time da Fipe responsável pelo estudo.

Crispim e equipe trabalharam cerca de três anos afinando a metodologia de pesquisa das cotações, a composição de pesos e parâmetros, de maneira que a Tabela Fipe de Preços de Máquinas Agrícolas espelhe a realidade do mercado.

Os preços médios em nível nacional refletem os efeitos de fatores como diferenças regionais, número de horas trabalhadas, opcionais e acessórios, estado de conservação, entre outros elementos.

Inicialmente, a tabela conta com as cotações médias de mais de 250 modelos de máquinas agrícolas, que representam mais de 90% em valor do que é transacionado no segmento de usados.

Dividida nos grupos “tratores” e “colheitadeiras”, a tabela permite consulta online de acordo com marca, modelo e ano de fabricação do equipamento. Gradualmente serão incluídas máquinas de menor apelo comercial e também os modelos novos.

O professor Sérgio Crispim lembra que a maior parte da comercialização de máquinas agrícolas usadas acontece em sites especializados e nas concessionárias do segmento.

Para esses players, bem como para as seguradoras e agentes financeiros, a nova Tabela deve ganhar a mesma importância e peso da conhecida e tradicional “Tabela Fipe” de veículos. “Estamos oferecendo uma ferramenta que vai contribuir para a organização do segmento, ajudando-o a se desenvolver e a crescer ainda mais”, prevê.