Menu
Busca terça, 23 de abril de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
22º
ORIENTAÇÕES

Embrapa promove workshops sobre tecnologias para destinação de animais mortos

A discussão será por meio da realização de workshops nos municípios de Lajeado, Santa Rosa e Erechim nos dias 11, 20 e 21 de outubro, respectivamente

05 outubro 2022 - 09h23Por Embrapa

Neste mês, pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves percorrerão três regiões do Estado do Rio Grande do Sul para discutir a temática da destinação de animais mortos não abatidos, problema que preocupa produtores, técnicos e agroindústrias. A discussão será por meio da realização de workshops nos municípios de Lajeado, Santa Rosa e Erechim nos dias 11, 20 e 21 de outubro, respectivamente.

O objetivo dos eventos é apresentar soluções técnicas para a destinação de animais mortos não abatidos, todas validadas por meio de projetos de pesquisa pela equipe da Embrapa. O público-alvo são agentes de extensão rural, profissionais da área, produtores, agroindústrias e entidades ligadas à cadeia de produção de suínos e aves. A entrada é franca e as inscrições podem ser feitas no portal da Embrapa.

O conteúdo técnico está divido em quatro palestras, que abordam desde o problema dos animais na propriedade, passando pelas principais rotas tecnológicas e a questão de sanidade, com análise de riscos. A primeira palestra será com o pesquisador e chefe-geral da Embrapa Suínos e Aves, Everton Krabbe, que fará a abordagem da problemática dos animais mortos e a importância da destinação correta, utilizando rotas adequadas e indicadas, que garantam a segurança da produção e do entorno.

Na sequência, o pesquisador Rodrigo Nicoloso falará sobre as tecnologias de compostagem, para pequenos e grandes animais. Já o pesquisador Airton Kunz abordará a tecnologia de biodigestão anaeróbica, rota também estudada e validada pela Embrapa. E, para encerrar a parte de apresentações técnicas, o pesquisador Luizinho Caron falará sobre as práticas e recomendações para a remoção de animais mortos da granja com o foco na análise de risco.  Ao final, os palestrantes ficarão à disposição para perguntas e discussão técnica com os participantes.

O evento é organizado pela Embrapa Suínos e Aves e conta com o apoio da Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul – ACSURS, do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul – SIPS/RS, SFA-RS/Mapa, Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal-DDA/Governo RS, Emater/RS e Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa).