Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
22ºmin
Notícias

Embrapa Monitoramento por Satélite lança website com análises do Cadastro Ambiental Rural

10 julho 2017 - 00h00Por Embrapa Monitoramento por Satélite

A Embrapa Monitoramento por Satélite lançou em junho o website “Agricultura e Preservação Ambiental”, que apresenta as discussões, metodologia e resultados das análises dos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR). A partir da página eletrônica, é possível consultar mapas, tabelas e informações que revelam o papel da agricultura na preservação ambiental no território brasileiro. Os usuários têm acesso aos métodos empregados, tanto em geoprocessamento como nos procedimentos estatístico-matemáticos, assim como os resultados numéricos e cartográficos obtidos para cada microrregião, estado, região e País.

As análises geradas pelo Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (Gite) da Embrapa com base nos dados geocodificados do CAR mostram significativa participação da agricultura na preservação do meio ambiente. Resultados preliminares apontam que, no final de 2016, mais de 170 milhões de hectares de vegetação nativa estavam preservados pelos agricultores dentro dos imóveis rurais, o que representa mais de 20% do território brasileiro. Os trabalhos, coordenados pelo pesquisador Evaristo de Miranda, chefe-geral da Embrapa Monitoramento por Satélite (SP), foram iniciados com a incorporação da base de dados do CAR do Serviço Florestal Brasileiro ao Sistema de Inteligência Territorial Estratégica (Site) do Gite.

As informações disponibilizadas no website contêm dados como o perímetro do imóvel rural, além de mapas das áreas exploradas, consolidadas, de preservação permanente, de reserva legal, de interesse social, de utilidade pública entre outros. Ao todo, quase 4 milhões de imóveis rurais, repartidos em 5.570 municípios, estavam inscritos no CAR até dezembro de 2016, abrangendo uma área cadastrada da ordem de 400 milhões de hectares. Centenas de milhões de polígonos foram analisados por procedimentos de geoprocessamento pela equipe do Gite, que totalizou as áreas de preservação permanente e as reservas legais dentro de cada imóvel e retirou as sobreposições e incongruências. “São 18 categorias de uso e ocupação das terras geocodificadas em cada imóvel rural. E, para cada categoria, há, em geral, mais de um polígono por imóvel”, ressaltou Miranda.

O resultado surpreendeu a equipe do Gite. “O que mais nos impressionou foi a quantidade de vegetação nativa preservada. As áreas totalizadas equivalem a mais de 170 milhões de hectares de vegetação nativa preservada dentro dos imóveis, pelos agricultores. Isso representa mais de 20% do território brasileiro, enquanto todas as Unidades de Conservação (UCs) totalizam 13% do Brasil”, comparou o pesquisador. E esses números, segundo a equipe que fez a análise, ainda deverão aumentar, pois não foram incorporados os dados dos imóveis rurais do Espírito Santo e do Mato Grosso do Sul, que até o momento não se integraram ao CAR nacional, por exemplo. As análises dos dados do CAR serão atualizadas pela Embrapa semestralmente.

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados