Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
41ºmax
24ºmin
Notícias

Custos de produção de leite têm alta em setembro

21 outubro 2010 - 10h25Por Iagro
Custos de produção de leite têm alta em setembro

 Em setembro o ICPLeite/Embrapa foi 144,24 ante 142,73 em agosto de 2010, ou seja, houve uma variação positiva de 1,06% em relação aos preços praticados no mês de agosto.

Neste mês, seis grupos de insumos apresentaram alta nos preços. O grupo "Sanidade" apareceu em primeiro lugar, com aumento de 1,58%. Em seguida estão os grupos: "Concentrado", com aumento de 1,49% repercutindo, principalmente, a alta de preço do milho e farelo de trigo; "Sal mineral" (+0,90%); "Produção e compra de volumosos", (+0,47%); "Mão de obra", (+0,35%); e "Energia e combustível", que permaneceu praticamente estável (+0,07%).

Dois grupos de insumos apresentaram queda nos preços: "Qualidade do leite" e "Reprodução". O grupo "Qualidade do leite" foi o que apresentou a maior queda, de 0,92%, sendo esta variação ocasionada, principalmente, pela redução no preço dos detergentes. No grupo "Reprodução" a queda foi de 0,31%, em consequência da redução no preço do sêmen de alguns touros.

Variação do ICPLeite/Embrapa em 2010

O ICPLeite/Embrapa acumulado nos nove primeiros meses do ano teve elevação de 0,59%. Neste período, três grupos apresentaram deflação: "Concentrado", (-3,02%), "Qualidade do leite", (-1,67%), e "Energia e combustível", (-0,54%). No grupo "Concentrado", a queda ainda é reflexo da redução nos preços do milho e soja ocorrida no início do ano. No grupo "Qualidade do leite", a deflação foi alavancada pela redução no preço dos detergentes para limpeza do tanque de resfriamento e ordenhadeira mecânica. A variação verificada no grupo "Energia e combustível" foi decorrente de oscilações no preço da gasolina.

A maior elevação ocorreu no grupo "Mão de obra", de 11,12%, em função do aumento do salário mínimo ocorrido no mês de janeiro. Em seguida, com alta de 8,09%, aparece o grupo "Sal mineral", influenciado pelo aumento no insumo sal mineral.Depois vem o grupo "Sanidade", com variação positiva de 4,78%, influenciado pela elevação no preço médio dos medicamentos. O grupo "Produção e compra de volumosos" registrou uma inflação de 4,74%, influenciado pelo preço dos insumos necessários para produção de silagem, e o grupo "Reprodução", que teve alta de 1,78%, influenciado por variação no preço do sêmen. 

O ICPLeite/Embrapa nos últimos 12 meses

Em relação a outubro de 2009 o ICPLeite/Embrapa registrou redução de 0,20%. Neste período, a maior variação negativa ficou por conta do grupo "Qualidade do leite", que apresentou deflação considerável de 7,61%. A segunda maior redução ocorreu no grupo "Concentrado", com queda de 3,86%.

O grupo que apresentou maior aceleração nos preços foi "Mão de obra", de 11,67%. Neste período, o custo da mão de obra foi influenciado, principalmente, pela elevação do valor do salário mínimo, ocorrida em janeiro. Em seguida ficou o grupo "Reprodução, com variação positiva de 8,26%, influenciado pela elevação no preço do sêmen. Logo após, com 5,85% de alta, ficou o grupo "Sanidade". O grupo "Sal mineral" variou 5,68%. O grupo "Produção e compra de volumosos" aumentou 2,68% e o grupo "Energia e combustível" subiu 1,18%, sendo que a gasolina foi o insumo que mais variou de preço.

Tabela 1. Estrutura de ponderação do índice do ICPLeite/Embrapa e variações percentuais de setembro/2010 em relação a agosto/2010 e o acumulado em 12 meses.



O Índice de Custo de Produção de Leite (ICPLeite/Embrapa) mede a variação no custo de manutenção de uma empresa de produção de leite localizada no Estado de Minas Gerais. A base, igual a 100, refere-se ao mês de abril de 2006.

O ICPLeite é divulgado mensalmente no boletim Panorama do leite on line, disponibilizado no site do Centro de Inteligência do Leite - CILeite. As informações estarão disponíveis a partir da 2ª quinzena de cada mês.

As informações são da Embrapa Gado de Leite, adaptadas e resumidas pela Equipe MilkPoint.