Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
22ºmin
Notícias

Consumo não ajuda e a margem dos frigoríficos cai

23 fevereiro 2018 - 00h00Por Scot Consultoria

A demanda por carne bovina tem deixado a desejar, mas a oferta mais restrita sustenta as cotações do boi gordo nessas regiões.

Embora ocorram ajustes positivos, o cenário geral é de mercado fraco, marcado pela menor venda de carnes.

 

O preço do boi casado de bovinos castrados ficou cotado em R$9,08/kg (22/2), queda de 7,3% desde o começo da semana. É o menor preço desde o início de fevereiro.

 

Com esta desvalorização, a margem do equivalente Scot Carcaça, que considera a remuneração do frigorífico com a venda de carne bovina com osso e demais subprodutos do abate em relação ao preço pago pela arroba, teve retração.

 

A margem está em 9,33%, o que corresponde a uma queda de 7,1 pontos percentuais em comparação ao último fechamento, quando estava 16,4%.

 

Em curto prazo, se o consumo não reagir, desvalorizações no preço da arroba do boi gordo não estão descartadas, tendo em vista que as indústrias irão se dedicar para recuperar a margem.