Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
40ºmax
23ºmin
Notícias

Colheita do milho 'safrinha' chega a 98% em MS

10 setembro 2012 - 00h46Por Agrodebate

A colheita do milho "safrinha" chegou neste fim de semana a cerca de 98% do total da área cultivada em Mato Grosso do Sul, segundo estimativa da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul). De acordo com o assessor técnico da Famasul, Lucas Galvan, até o dia 6 de setembro, levantamento da entidade apontava que 95% das 5,7 milhões de toneladas de milho que o Estado está produzindo nesta safra já haviam sido colhidas. "Neste fim de semana, de tempo seco, a colheita deve ter avançado ainda mais e chegado aos 98% pelo menos", comenta ele, completando que apesar da produção recorde, o Estado não está enfrentando problemas de armazenagem do grão.

"Temos uma capacidade instalada para armazenar cerca de 7,5 milhões de toneladas de grãos. Essa capacidade somada a uma grande quantidade de silos bolsa que foram instalados em várias propriedades estão atendendo bem essa demanda. Não temos relato de problemas com armazenagem neste momento", relata Galvan. O assessor técnico releva, entretanto, outro ponto de preocupação para os produtores, a logística para o transporte da "safrinha".

"Com essa grande produção, vai haver aumento de demanda pelo transporte e isso pode ocasionar uma elevação no preço do frete, encarecendo o custo do produto", comenta. De "safrinha" a super safra A "safrinha" de milho em Mato Grosso do Sul se transformou em uma super safra do grão.

A produção de 5,7 milhões de toneladas, conforme o último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vai bater a produção de soja no ciclo, que foi de 4,6 milhões de toneladas, e levar o Estado a um recorde histórico de produção de grãos, atingindo os 11,2 milhões de toneladas.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a super "safrinha" de milho no País ajudou até mesmo a alavancar o desempenho positivo do agronegócio no Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre de 2012. O PIB País cresceu 0,5% nestes três meses em comparação com o mesmo período do ano passado e 0,4% em relação ao primeiro trimestre do ano.

O desempenho do agronegócio foi o melhor do setor produtivo, com crescimento de 1,7%, contra 1,5% dos serviços e variação negativa de -2,4% da indústria. Especialistas ouvidos pelo Agrodebate, como o consultor em agronegócios da BM&F, João Pedro Cuthi Dias, e o presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), Almir Dalpasquale, apontaram uma série de fatores que contribuíram para transformar a "safrinha" em super safra. O principal ponto citado foi a questão climática, com boa distribuição de chuvas e no período certo do cultivo, o que fez com que a produtividade saltasse dos 3.290 quilos por hectare na "safrinha" 2010/2011 para 4.860 quilos por hectare neste ciclo, o que representou um incremento de 47,7%.