Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
33ºmax
20ºmin
Notícias

Clima melhora e safra de grãos chega a 143 milhões de toneladas

09 fevereiro 2010 - 00h00Por Mapa.

A produção nacional de grãos, da safra 2009/2010, foi projetada pela Conab, nesta terça-feira (9), em 143,09 milhões de toneladas. O resultado, de acordo com o quinto levantamento, é o segundo melhor da história e 5,9% superior as 135,13 milhões de toneladas da última temporada, ou 1,2% a mais que o do mês passado (141,35 milhões de toneladas). O recorde da produção é do ciclo 2007/2008, que foi de 144,1 milhões de toneladas.

O bom desempenho se deve à estabilidade de chuvas nos principais estados produtores, diferentemente do período anterior, que foi marcado pela estiagem nos estados da região Sul e Mato Grosso do Sul, provocando redução significativa na colheita, especialmente de soja e milho.

A oleaginosa, juntamente com o milho primeira safra, é a cultura mais beneficiada pelo clima e deve alcançar 66,73 milhões de toneladas, 16,7% ou 9,57 milhões de toneladas a mais que a temporada 2008/2009, de 57,17 milhões de toneladas. Esta estimativa confere um novo recorde nacional de produção.

Outras culturas, como feijão primeira safra e algodão, também elevaram a produção. O primeiro registrou crescimento de 10,6% ou colheita de 142,1 mil de toneladas, graças à recuperação da produtividade. Já o algodão cresceu 2,1%, o equivalente a 40 mil toneladas. Por outro lado, e em razão do excesso de chuvas no Rio Grande do Sul, apresentam queda o arroz (-8,7% ou 1,10 milhão de toneladas). O milho também diminuiu (-3,8% ou 1,29 milhão de toneladas) em razão da redução de área. 

Área – A área total plantada está calculada em 47,65 milhões de hectares, inferior 22,8 mil hectares da anterior. Com exceção da soja e do feijão primeira safra, as demais culturas pesquisadas tiveram redução de área, entre elas o algodão (-25,6 mil hectares), o arroz (- 113,9 mil hectares), o milho primeira safra (-1,11 milhão hectares) e o segundo safra (-164,2 mil hectares).

A pesquisa de campo foi realizada pelos técnicos da Conab entre os dias 18 e 22 de janeiro, de acordo com informações prestadas por produtores, representantes de cooperativas e sindicatos rurais, órgãos públicos e privados.  (Raimundo Estevam/Conab)