Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
25ºmin
Notícias

Carta Insumos - Está mais caro salgar cocho este ano

31 janeiro 2018 - 13h39Por Scot Consultoria
Carta Insumos - Está mais caro salgar cocho este ano

O preço do óleo diesel disparou em 2017.  Em julho, o governo anunciou o aumento do PIS e Cofins incidentes sobre os combustíveis para ajudar a equilibrar as contas públicas. Mas o reajuste não parou até agora.

No mês seguinte ao anúncio, em agosto, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em São Paulo, a alta foi de R$0,12/litro, no mês seguinte de mais R$0,07, depois mais R$0,07 e continuou subindo.

 

O resultado: Começamos 2018 com alta acumulada de R$0,37/litro ou 12,7%, valorização de quase 2,0% ao mês. Veja a figura 1.

 

Tabela 1.
Preço médio do óleo diesel ao consumidor, em R$/litro, em São Paulo.
Fonte: ANP / Elaboração Scot Consultoria

 

Trazendo para o negócio pecuário, para o pecuarista representou ou representa um aumento no custo operacional com tratores de 7%, em sete meses. Para o cálculo do custo–hora, consideramos o preço médio de um trator de 95 cavalos, vida útil de 10 anos, trabalhando mil horas por ano (parâmetros preconizados pela Embrapa) e um valor residual de 25%.

 

Ou seja, se ele mantiver a fazenda do mesmo tamanho, com o mesmo número de piquetes e de cochos e, consequente, com o mesmo número de operações de 2017, este trator, com uma carreta cheia de suplemento mineral, indo salgar cocho, já sai do barracão de máquinas a um custo 7% maior do que o de julho para rodar a fazenda. Figura 2.

 

Estes cálculos foram feitos mantendo todos os outros parâmetros de custo (mão de obra, lubrificante e preço da máquina) inalterados ao longo dos meses para captar o impacto desta variável, isolada, no custo da hora-máquina.

 

Agora, se este mesmo pecuarista, por um acaso, pagar pelo diesel o preço máximo que a ANP diz estar disponível ao consumidor de São Paulo, R$3,97/litro, esse incremento de custo chega a 20,3% em sete meses. Veja a figura 2.

 

Figura 2.
Preço da hora-máquina de um trator agrícola de 95 cavalos considerando os preços médios mensais do óleo diesel ao consumidor em São Paulo.
* Considerando o preço máximo do óleo diesel informado pela ANP
Fonte: ANP / Scot Consultoria

 

E não para por aí. Se a fazenda pagar as despesas de uma caminhonete, por exemplo, considerando que o destino fim deste veículo seja principalmente ir até a propriedade, tem mais “aumento de conta”. 

 

Um veículo deste que utiliza diesel S-10, consome um litro de combustível a cada dez quilômetros rodados e roda, por mês, três mil quilômetros, saiu de um gasto de R$10,9 mil/ano em julho de 2017 para os atuais R$ R$12,3 mil/ano, alta de 12%. 

 

A conta do congelamento de preços no passado recente, chegou.

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados