Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
31ºmax
17ºmin
Notícias

Brasil deve comercializar cerca de três milhões de sêmen da raça Angus

21 agosto 2012 - 02h48Por GR

A Associação Brasileira de Angus (ABA) projeta a comercialização de três milhões de sêmens da raça angus em 2012. O volume é 25,8% maior ao de 2011, quando cerca de 2,4 milhões de sêmens comercializados representaram um crescimento de 39,7% em comparação com o ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia). Dentro do mercado de bovinos de corte, o volume de sêmens de angus comercializados em 2011 representa 34% das vendas.

Da quantidade, 50% teve como destino os estados da regiãoCentro-Oeste. De acordo com o diretor de marketing da ABA, Luis Felipe de Moura Pinto, em 2012, a cada cinco bezerros cruzados no Brasil, quatro são da raça angus. “Isso mostra que quem usou não deixou mais de usar”, explica. No mercado de taurinas, 86% das comercializações de sêmen são da raça angus.

Para a ABA, o crescimento reflete o interesse do mercado na carne de angus – mesmo a de cruzados. “A precocidade do abate e a curva de crescimento dão resultado efetivo para a comercialização do produto”, afirma Felipe. Seguno ele, a fêmea meio sangue garante a adaptação em todas as regiões do Brasil.

Carne Angus Certificada Já são seis as marcas comerciais certificadas pelo Programa Carne Angus Certificada da ABA, que dá um selo de garantia para carnes angus de qualidade. Presente em seis estados brasileiros (São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul), em 14 frigoríferos, as empresas já produziram 367 mil quilos de carne por mês em 2012. Para entrar no programa, não basta que a carne seja proveniente do bovino angus (pelo menos 50%).

Também é preciso atender requisitos de idade (jovens), conformação de carcaça e grau de acabamento (com mínimo de três milímetros degordura mediana). São 25 profissionais – entre veterinários, zootecnistas e técnicos da área – que classificam os animais desde o abate até a embalagem da carne. No primeiro semestre de 2012, foram classificados 100 mil animais, 25% a mais que o mesmo período do ano passado.

Até o final do ano, a expectativa é que seja alcançada a marca recorde de 250 mil animais com o selo de garantia, um crescimento em torno de 20%. Por enquanto, os produtos certificados no Brasil são: Seara Angus (Marfig Group), VPJ Angus Prime (VPJ Pecuária, de Valdomiro Poliesi Júnior), Best Beef Angus (Frigorífico Silva, de Santa Maria – RS), Aliança Angus Premium(CooperAliança, de Guarapuava – PR), Zaffari Angus (Zaffari & Bourbon) e Angus Premium McDonald’s – que trazem dois novos lanches (Angus Bacon e Angus Deluxe). O site da Associação será transformado em um portal mais interativo em 2012.

Além de o maior uso nas mídias on-line, como Facebook e Twitter, a página também trará uma seção de compras. O objetivo é facilitar a procura por produtores em todas as regiões brasileiras, como se fosse um catálogo on-line. Porém, a compra não será feita por meio do portal. “O site vai ajudar no contato entre comprador e vendedor”, explica Felipe.