Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
24ºmin
Notícias

Bertin lança sistema de rastreabilidade para o consumidor verificar a procedência da carne

08 dezembro 2009 - 00h00Por Assessoria Bertin S.A.

Esta semana a Bertin conclui mais um ciclo de iniciativas para tornar sua linha de carnes uma referência para o consumidor final. Após reformular os produtos in natura vendidos para o varejo – que ganharam novos cortes e redesenho de embalagens, que foram adaptadas de acordo com as necessidades de cada público – a companhia inova na área de práticas sustentáveis.

Nos próximos dias chegam às gôndolas dos supermercados as carnes in natura Bertin com o código de rastreabilidade do produto. O objetivo da medida é fazer com que o consumidor final tenha todas as informações necessárias para averiguar se as carnes são provenientes de um processo sustentável. “Esse é mais um passo que damos em nosso compromisso com a floresta e com a transparência na relação com nossos clientes e consumidores”, afirma o diretor de Marketing da Companhia, Marcos Scaldelai.

De acordo com Scaldelai, as primeiras peças com a etiqueta técnica que traz o código de rastreabilidade sairão da unidade de Lins, que abastece várias regiões do país, como foco maior no estado de São Paulo. “Começamos por Lins, mas em breve todas as nossas Unidades fornecerão ao varejo as carnes com essa etiqueta”, explica o executivo.

Por meio do código, o consumidor terá, no site da Companhia (www.bertin.com.br), acesso ao grupo de fazendas que abateram gado naquela data. Com essas informações é possível ter certeza de que não se está adquirindo produtos de áreas embargadas ou com práticas de trabalho escravo identificadas pelo IBAMA e Ministério do Trabalho e Emprego.

“Este sistema, inédito no mercado brasileiro, permite demonstrar a seriedade com que a Bertin conduz os seus negócios, principalmente nos aspectos socioambientais”, argumenta Scaldelai.