Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
20º
FRIGORÍFICOS

Aurora Coop começa a exportar carne suína para o Canadá

De acordo com a empresa, nesta terça-feira (23) foram embarcadas 25,3 toneladas de cortes de carne suína do porto de Navegantes (SC)

24 agosto 2022 - 10h57Por DBO Rural

A Cooperativa Central Aurora Alimentos (Aurora Coop) atendeu todas as especificações técnicas (sanitárias e de bem-estar animal) previstas no acordo entre Brasil e Canadá celebrado em março deste ano, com a habilitação das plantas brasileiras anunciadas na metade de junho passado, que autorizou a exportação de carne suína para aquele mercado.

De acordo com a empresa, o primeiro contêiner contendo 25,3 toneladas de cortes de carne suína para aquele mercado partiu hoje (23 de agosto) do porto de Navegantes (SC) a bordo do navio Lyon II, que vai atracar no Porto de Montreal.

O diretor comercial de mercado externo Dilvo Casagranda realça que “se trata de um primeiro embarque com cortes específicos de acordo com a demanda do importador canadense, a fim de que os consumidores possam experimentar a qualidade do produto brasileiro, abrindo portas para este novo mercado para as exportações de carne suína do Brasil”.

A primeira operação de exportação foi negociada pela equipe comercial junto a clientes da Aurora Coop, no Canadá, que já importam carne de frango para aquele país. Para ampliar sua presença no novo mercado a estratégia é atender as exigências de alguns nichos específicos. “Vamos enfrentar esse desafio para a Aurora crescer e se consolidar como grande exportador para o Canadá”, observa Casagranda.

Esse é considerado um dos mercados mais exigentes em qualidade e especificidades. O presidente Neivor Canton aponta que a empresa repete o feito de novembro de 2014, quando foi a primeira empresa brasileira a exportar carne suína para os Estados Unidos. “A exportação, embora modesta por envolver apenas um contêiner, representa um importante marco no reconhecimento internacional da qualidade da nossa suinocultura industrial”, comemora o dirigente.