Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
30ºmax
18ºmin
Notícias

Anfavea faz projeção de alta modesta

09 dezembro 2009 - 00h00Por Estadão

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta aumento de apenas 1% nas vendas internas de máquinas agrícolas em 2010, para 54.500 unidades. A estimativa reflete os programas do governo e a moderada recuperação do segmento de alta potência, mas também as restrições de crédito, diz o vice-presidente da Anfavea, Milton Rego.

A entidade trabalha com a perspectiva de que os programas governamentais de apoio à aquisição de máquinas de baixa e média potências devem ser mantidos em 2010. Graças a eles foram vendidos de 15 mil a 20 mil novos tratores no mercado interno este ano. "O setor não perde o fôlego. Mas agora esperamos a manutenção destes programas", afirma Rego.

No caso de máquinas de alta potência e colhedoras, cujas vendas foram afetadas desde o início da crise, no ano passado, o cenário é mais nebuloso. O segmento teve melhor desempenho a partir de agosto, quando a taxa de juros mais baixa da linha de crédito Finame Agrícola, que passou de 10,5% para 4,5%, começou a operar de fato no mercado.

A melhora é mais intensa neste último trimestre. O segmento, que até agosto apresentava recuo de 35% nas vendas, teve queda menor de 25% de janeiro a novembro. "Mas, sem o juro mais baixo, não dá para garantir melhora do setor", diz Rego. A medida expira dia 31 de dezembro e não há sinalização de prorrogação deste benefício.