Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
22ºmin
Notícias

925 milhões no mundo têm fome crônica; número é o menor em 15 anos

14 setembro 2010 - 00h00Por G1, com agências internacionais
O número de pessoas no mundo sofrendo de fome crônica passou de 1,02 bilhão em 2009 para 925 milhões em 2010, informou nesta terça-feira (14) a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). É a primeira vez em 15 anos que a cifra cai. No ano passado, a cifra havia atingido o pior número de quatro décadas. O número de famintos no mundo vinha crescendo por mais de uma década, atingindo nível recorde em 2009 por conta da crise financeira internacional e da alta de preços dos alimentos em vários países em desenvolvimento. A organização disse que a situação melhorou em 2010 por conta da melhora das condições econômicas e da queda dos preços dos alimentos. O relatório cita que a maior parte dos famintos vive nos países em desenvolvimento, onde eles são 16% do total da população -contra 18% no ano anterior. O objetivo, segundo a FAO, é reduzir essa proporção para 10% em 2015. "O fato de que cerca de um bilhão de pessoas permanecem famintas mesmo depois de passadas as crises de alimento e financeira mostra um problema estrutural mais profundo", disse a FAO no relatório. "Os governos deveriam encorajar maiores investimentos em agricultura, expandir as redes de proteção social e os programas de assistência, e incrementar as atividades geradoras de renda para os pobres nas regiões rurais e urbanas."