Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
21ºmin
ExpoMS

Expo MS já é sinônimo de sucesso a menos de 60 dias de sua realização

15 agosto 2009 - 00h00

Com o intuito de fazer um balanço das atividades a serem realizadas e apresentar a agenda e o plano comercial da Expo MS, que acontece entre dias 02 e 12 de outubro, a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), promoveu, na segunda-feira (03.08), uma reunião com empresários, imprensa, órgãos e entidades envolvidos no evento. A intenção foi dar maior visibilidade à feira que promete ficar para a história do agronegócio do Estado.

A feira pretende atrair 200 mil visitantes, com atrativos musicais e turísticos, competição de laço, parque de diversão e comidas típicas de vários municípios do Estado, além de estandes comerciais. “Esse evento será marcante pois representará uma união de todas as cadeias produtivas do agronegócio envolvendo grande parte dos municípios, que terão a oportunidade de mostrar a potencialidade de sua região”, contempla Chico Maia, presidente da Acrissul.

O evento de apresentação reuniu mais de 100 pessoas em um espírito de inovação e esperança de fomentar ainda mais os diversos segmentos do agronegócio de Mato Grosso do Sul. De acordo com Eduardo Riedel, vice-presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), o momento será propício para a união e reflexão da classe produtora. “Temos que parabenizar a iniciativa inovadora e positiva que contempla toda a cadeia produtiva do Estado, abrindo portas e expondo as grandes questões que assolam a nossa região”, comenta Eduardo.

Sérgio Longen, presidente da FIEMS (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), comenta que essa é a oportunidade de virar a página da crise. “Somos parceiros da Acrissul em mais essa ação e dessa forma pretendemos fortalecer, unir e movimentar esses setores no nosso Estado”, ressaltou Longen.

Rafael Alves, da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), comenta que essa ação é oportuna e extremamente importante “porque nenhum setor cresce se não for de forma integrada envolvendo toda a cadeia produtiva”. Rafael ressalta ainda que “mesmo que estejamos em um momento de crescimento e fortalecimento, esta é a oportunidade de engajarmos todos os segmentos em um futuro promissor”, finaliza.