Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
26ºmax
18ºmin
Expogrande

MS é o Estado que mais utiliza o rebanho de touros da raça Santa Gertrudis

27 março 2010 - 12h25Por Fábio Sarzi - Via Livre Comunicação
MS é o Estado que mais utiliza o rebanho de touros da raça Santa Gertrudis

O maior criatório de touros PO (Puro de Origem) está localizado em São Paulo, mas o estado que mais utiliza o rebanho está em Mato Grosso de Sul e na sequencia Minas Gerais, informa o superintendente adjunto técnico da ABSC (Associação Brasileira de Santa Gertrudis), Anderson Fernandes. Ele revela também que a procura pelo animal tem aumentado muito nos últimos anos e os produtores estão satisfeitos com os resultados.

Segundo o superintendente a Expogrande realizada em 2008 e 2009, trouxe excelentes perspecitivas para os criadores e isso fez com que eles ficassem mais entusiasmados para este ano. “Tanto o julgamento como o leilão mostraram resultados positivos e isso deixou as pessoas que criam a raça animadas para esta próxima exposição”, diz Anderson sobre o evento que acontece entre os dias 18 e 28 de março.

Já está confirmada a participação de 30 animais da raça Santa Gertrudis para o dia 27 deste mês, na 72ª Expogrande. Na ocasião vai haver julgamento e leilão de touros e femêas PO e também bezerros e novilhas.

Santa Getrudis

A raça Santa Gertrudis é sintética, sendo ela constituida de 5/8 de sangue Shorthorn (62,5%) e 3/8 de Brahman (37,5%). Elaborada com o objetivo de agregar a produtividade da raça européia com a rusticidade do gado zebuíno, o Santa Gertrudis se encontra hoje em várias regiões do território nacional, alcançando assim bons índices de produtividade.

Os machos da raça apresentam grande capacidade de engorda. Em regime de criação a pasto, os novilhos estão prontos para o abate por volta dos dois anos, pesando cerca de 16 arrobas. Em confinamento, podem atingir este peso com um ano e meio de idade.