Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
26ºmax
18ºmin
Capa

Expogrande 2010 conta com Lula e Dilma

25 fevereiro 2010 - 00h00

O presidente Lula e a ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff garantiram no final da tarde do dia 18, durante visita de uma comitiva de Mato Grosso do Sul a Brasília, que estarão presentes ou na cerimônia de abertura da 72ª Expogrande, no dia 19 de março, ou durante a feira, que vai até o dia 28 de março.

Francisco Maia, presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), entidade que promove a feira, considerou a visita ao Distrito Federal um sucesso, uma vez que há a garantia de pelo menos três ministérios de destinação de recursos para a exposição, o que vai garantir a viabilidade do evento, já considerado histórico pela organização.

Na ocasião, Maia entregou a Lula um boné e o convite da Expogrande. “Vou ter muito prazer em comparecer”, disse Lula sem confirmar a data exata de sua presença por causa de sua agenda. “O presidente disse que vai tentar participar da Expogrande”, comentou o deputado federal Vander Loubet (PT). Por outro lado, a ministra Dilma Rousseff já garantiu que vai participar da cerimônia de abertura da 72ª Expogrande.

Empresários, vereadores e deputados federais enfatizaram a importância do evento para o setor em nível nacional, e reforçaram o convite à ministra que, de imediato aceitou. Na ocasião, Dilma também recebeu um boné com a logomarca da Expogrande escrito na parte de trás: “Ministra Dilma”.

Acompanharam Maia o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB); o prefeito de Bela Vista, Chico Maia (PT); os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT); os vereadores Paulo Pedra (PDT) e Thais Helena (PT); o presidente da Associação Comercial de Campo Grande, Luiz Fernando Buainaim; os diretores da Acrissul Cezar Machado, Gilson Pinesso e Luiz da Costa Vieira; os produtores Roberto Folley Coelho, José Carlos Bumlai, Maurício Bumlai; além de Eliane Detoni.

Durante o todo dia a comitiva reuniu-se com várias autoridades para tratar de assuntos relacionados à Expogrande. Pela manhã, o encontro de Maia foi com o secretário do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Márcio Portocarrero, quando foram tratadas questões técnicas de interesse da classe produtora do Estado.

Logo em seguida, o encontro foi com o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Rocha Santos Padilha, e depois com o ministro do Turismo, Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho. O assunto foi um só: viabilizar recursos para a realização da 72ª Expogrande (18 a 28 de março). O governo federal vai colocar à disposição R$ 1 milhão para a feira. Os recursos vão vir de emendas ao Orçamento de autoria dos deputados federais Dagoberto Nogueira, Vander Loubet, Antonio Carlos Biffi e do senador Delcídio do Amaral. “Ficou definido que serão R$ 250 mil de emendas de cada um dos parlamentares. Nosso objetivo é garantir uma grande festa”, disse Dagoberto, após receber a confirmação do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, da liberação dos recursos.

Com a vinda de Lula confirmada, a Acrissul prepara agora missões que visitarão a Bolívia, o Paraguai, entre outros países, para convidar os presidentes sul-americanos para participarem também da cerimônia de abertura da Expogrande Internacional.

Segundo Maia, a Expogrande deste ano vem consolidar a exposição da marca dos produtos regionais, como um centro do agronegócio do Mercosul. “Essa feira tem essa função”, destacou.

Selo verde

A comissão da Acrissul também apresentou a Dilma um plano de governo para o agronegócio. Foi mostrado um relatório da Embrapa Pantanal que mostra que a agropecuária é benéfica na preservação do bioma Pantanal. Também foi proposto que se crie um selo para o Gado do Pantanal, espécie de “selo verde” ao produto, que teria o preço diferenciado e competitivo no mercado.

A Expogrande

Para este ano, durante os 11 dias de feira, está prevista a participação de 12 raças bovinas e ovinas, além de outras 4 raças de equinos. Serão 1.200 animais de argola, um recorde da Expogrande. Haverá shows todos os dias, com artistas de renome nacional e regional, com preços populares e dois dias de entrada gratuita, além de 45 leilões confirmados, que começam já no dia 8 de março.

A previsão é de que o faturamento da Expogrande bata a casa dos R$ 100 milhões. Só o Banco do Brasil vai disponibilizar R$ 50 milhões para financiamentos de máquinas e implementos. A feira conta também com a presença do Bradesco e do Sicredi.