Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
37ºmax
20ºmin
Notícias

Agronegócio brasileiro espera estabilização dos preços internacionais no segundo semestre

03 maio 2011 - 11h27Por Agência Brasil
Agronegócio brasileiro espera estabilização dos preços internacionais no segundo semestre

Os preços das commodities agrícolas deverão se estabilizar no segundo semestre, depois de um período de valorização no mercado internacional. A previsão é do presidente da Sociedade Rural Brasileira e da edição deste ano da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow 2011), Cesário Ramalho. A feira de produtos de alta tecnologia do setor agrícola vai ser aberta na segunda-feira (2), em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e vai reunir, até o dia 6 de maio, 765 expositores de 45 países.

Segundo Ramalho, são esperados 145 mil visitantes e negócios acima de R$ 1 bilhão. No ano passado, foram negociados R$ 1,15 bilhão.

Para o dirigente, o país vem se saindo bem no cenário mundial, apesar de algumas desvantagens em relação aos concorrentes externos que recebem subsídios e não enfrentam os problemas dos produtores brasileiros como, por exemplo, infraestrutura deficiente para escoamento da safra. Ramalho reconhece que a rentabilidade do agronegócio tem sido boa nos últimos meses, mas que, por enquanto, os bons negócios têm compensado apenas as perdas acumuladas no passado.

Para este ano, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prevê uma nova safra recorde, de 157,4 milhões de toneladas, alta de 5,5% sobre a safra 2009/2010. Dados do Ministério da Agricultura indicam que o faturamento das 20 maiores lavouras do país deve alcançar R$ 193,2 bilhões, quantia 7,3% superior à registrada no ano passado. O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, participará da abertura da feira.